Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Um espaço destinado a formar e informar.
Aqui defendemos os valores tradicionais,
a liberdade, a democracia constitucional
e o regime de livre empresa.

Espaço de formação e
informação a serviço da
dignidade humana,
da liberdade, da democracia
e dos valores tradicionais.

O bom liberal sabe que
há princípios e valores que
se deve conservar.
O bom conservador
deve ser um defensor
das liberdades.

Foto: Nadia Raupp Meucci

BOLSONARO OU HADDAD?

por Percival Puggina. Artigo publicado em 24.09.2018
   Você se lembra do impeachment de Dilma Rousseff, aprovado pelo Senado Federal em 31 de agosto de 2016? Desde então, somente os petistas falam sobre o assunto por todos os seus coto ...

Cadastre-se e receba a Newsletter

Fique Sabendo

SINAL VERDE PARA A MENTIRA

 

Leio no Diário do Poder

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tem combatido as informações mentirosas (“fake news”) nas redes sociais, destinadas a influenciar negativamente o processo eleitoral. Mobilizou até a Polícia Federal para intimidar e punir os infratores. Mas a Lei Eleitoral não proíbe e nem pune políticos que mentem na propaganda eleitoral, enganando o  eleitor.

Especialista em Direito Eleitoral, o jurista Daniel Falcão confirma que toda mentira será tolerada na propaganda de políticos em campanha. “[A mentira] não é criminalizada e não existe nenhum tipo de punição para candidatos que mintam durante a campanha“, diz Daniel Falcão. Para o jurista, professor do IDP, um dos mais admirados cursos de Direito do País, “está liberado qualquer dado mentiroso em ato político”.

A legislação prevê punição apenas para o candidato que mentir sobre outra pessoa, que, ofendida, habilita-se ao direito de resposta.

COMENTO

 Impressiona o descaso da sociedade brasileira para com a mentira, inclusive aquela que é proferida de viva voz por candidatos a posições de comando em relação à vida social. O sujeito decide que, com seu voto, o conversador fiado à sua frente vai representar suas opiniões no parlamento, que o outro vai governar seu Estado e que aquele ali adiante vai presidir a República. E sabe que o cara mente descaradamente, sem perceber que a mentira é a primeira e original fórmula da corrupção: a altamente nociva corrupção da verdade.

Nenhum ladrão avança sobre recursos alheios, sejam públicos ou privados, sem antes, bem antes, se haver tornado um grande mentiroso.

Por isso, o eleitor que não se preocupa com votar em mentirosos está elegendo aqueles que o irão roubar.
 

Imagem Comentada

O PROBLEMA DAS URNAS ELETRÔNICAS


1. Só instituições com o dom de tornar presunçosos seus membros podem explicar o descaso do STF e do TSE em relação à insegurança que as urnas eletrônicas em uso causam ao eleitorado. Menos do que as próprias urnas, essa insegurança é assunto da maior relevância.

2. A impossibilidade da recontagem é a falha principal e inegável de todo o sistema. A partir disso o sistema passa a exigir a rara e perigosa “virtude” da fé nas coisas humanas.

3. Já quanto à ocorrência efetiva de manipulação fraudulenta dos dados tenho sinceras dúvidas. Essa opinião tem dois fundamentos:

• O reconhecimento dado pelo PSDB ao resultado da apuração de 2014 após seus técnicos vistoriarem o sistema. Em nenhum momento li que tenham acatado o resultado por impossibilidade de verificação de sua consistência;
• O fato de que o presumível agente da grande fraude que teria acontecido em 2014 levou uma sova eleitoral dois anos depois, caindo para o 6º lugar entre os partidos brasileiros, elegendo um único prefeito de capital (Boa Vista) e perdendo em todos seus redutos tradicionais no RS e SP, por exemplo.

4. Considero importante que prossiga a campanha pelo voto impresso, agora pressionando o STF para revisar a ridícula decisão que o declarou “inconstitucional”, ou pela mudança do sistema como um todo. Mas penso que às vésperas de uma eleição nacional, a ênfase dada ao assunto vai aumentar a abstenção de eleitores que deveriam estar não apenas votando, mas fazendo campanha pela renovação e para os bons candidatos existentes.

5. Tudo pode ser fraudado. Esta talvez seja a íunica certeza absoluta nessa questão. No entanto, com uma eleição nacional acontecendo dentro de 18 dias, a hora é de ajudar a eleição dos melhores. Por poucos que sejam, será deles que mais vamos precisar.
 

Vídeos Recentes

O que teria acontecido no país se Dilma concluísse seu trágico mandato.

Por que tantos criminosos são libertados por juízes que dizem ter as mãos atadas?

Não é nossa história, nem são nossas preciosas heranças culturais o que me constrange. Tenho vergonha é da política que fazemos!

Alguns dias após a eleição presidencial de 2012, Bill Whittle fez um discurso em que mostrava o que um candidato conservador que de fato acreditasse nos princípios conservadores deveria ter dito para vencer as eleições. Este discurso ficou muito famoso e foi traduzido pelos Tradutores de Direita em 2015.