Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Um espaço destinado a formar e informar.
Aqui defendemos os valores tradicionais,
a liberdade, a democracia constitucional
e o regime de livre empresa.

Espaço de formação e
informação a serviço da
dignidade humana,
da liberdade, da democracia
e dos valores tradicionais.

O bom liberal sabe que
há princípios e valores que
se deve conservar.
O bom conservador
deve ser um defensor
das liberdades.

Foto: Nadia Raupp Meucci

O PT E A IMPRENSA - DE PEDRA A VIDRAÇA

por Percival Puggina. Artigo publicado em 22.09.2014
   Entre 1980 e 2002, o Partido dos Trabalhadores foi uma ininterrupta saraivada de pedras contra as vidraças do poder. Pedra dura sem ternura, nem meias palavras. O partido adotou ...

Cadastre-se e receba a Newsletter

Fique Sabendo

UM ACHADO NOS ARQUIVOS, INFELIZMENTE AINDA MUITO ATUAL

 

    Reproduzo abaixo partes de um artigo, que escrevi em março de 2002 para o Correio do Povo. Recentemente transcorrera em Porto Alegre a segunda edição do Fórum Social Mundial. Olívio Dutra governava o Estado. Tarso Genro era prefeito de Porto Alegre. E, naquele ano, Lula conquistaria seu primeiro mandato presidencial. Porto Alegre transpirava ideologia pelas pedras do calçamento. Era um quadro dos infernos...

Então, eu escrevi: "Durante uma das reuniões do Fórum, falando para um auditório tomado por religiosos, militantes de CEBs, MST, etc., o petista dominicano Frei Betto afirmou que "o homem novo deve ser filho espiritual do casamento de Che Guevara e Santa Teresa de Jesus". O imenso desaforo deve ter suscitado protestos cósmicos: um frei católico escalando Santa Teresa, ao modo machista, sem consulta prévia, para um matrimônio desses? O público, no entanto, irrompeu em delirantes aplausos. E eu não tenho dúvidas de que esses aplausos foram muito mais orientados ao revolucionário do que à grande santa de Espanha".

"Mal se haviam apagado as luzes dos auditórios do Fórum, Lula foi bater à porta do Partido Liberal  (Nota do autor: o PL era o partido de seu futuro vice José Alencar). Tempo é dinheiro. E muito melhor fica uma aliança política que assegura diretamente as duas coisas: mais tempo na tevê e mais dinheiro para a campanha. A batida do martelo da coligação acertou, em cheio, no cotovelo de Frei Betto e seus companheiros na CNBB, que acusou a dor e botou a boca no trombone para condenar a aliança".

Até então poucos sabiam que a CNBB estava tão imiscuída nos assuntos desse partido. O Partido Liberal existia desde 1985. Desde então haviam sido realizadas oito eleições e o PL deve ter participado de inúmeras coligações sem que ninguém na CNBB houvesse lhe dedicado cinco minutos de atenção. Pois não mais que de repente, o vice-presidente e o secretário-geral da CNBB, secundados pelo secretário da Comissão de Justiça e Paz, vieram a público reprovar a aliança, indagar sobre os reflexos dela nas propostas do PT, e dizer que o PT deverá dar explicações aos católicos pertencentes ao partido. Será preciso dizer mais? O troco veio rápido. De alguém da CNBB? Não, do próprio PT. O senador José Eduardo Dutra retrucou que assim como o PT não interpreta a Bíblia a Igreja não tem que se meter imiscuir nos assuntos do partido. Em outras palavras: não se metam.
 

Imagem Comentada

CHE GUEVARA VENERADO EM LA HIGUERA

É inacreditável que, passados 47 anos de sua morte, a propaganda comunista em torno da figura e do nome de Che ainda iluda a tantos. Esse sujeito foi, pura e simplesmente, um psicopata, um criminoso insensível, um desastre humano, político e militar. Essa imagem retrata a homenagem a ele no vilarejo de La Higuera, onde foi preso e executado. Enquanto combatia (ou dizia combater) ele escrevia queixando-se dos "animalitos", os nativos bolivianos que se recusavam a colaborar com ele. Hoje, os "animalitos" o veneram no local da execução, e alguns o denominam San Ernesto de La Higuera. A frase inscrita no monumento diz "Teu exemplo ilumina o amanhecer"...

Estou escrevendo um capítulo sobre ele para a futura reedição de "A Tragédia da Utopia".
 

Vídeos Recentes

Um minuto de puro desabafo de um agricultor sobre o estímulo ao ócio no país.

Palestra sobre "Jornalismo, liberdade e política", proferida durante evento BRASIL DE IDEIAS, organizado pela Revista Voto.

Agitam-se os bastidores ante a possibilidade de uma derrota do governo nas eleições presidenciais. Há muitas fichas sobre a mesa da eleição e o destino de muitas vidas estará em jogo no mês de outubro.

O escritor Marco Antônio Villa comenta a matéria que ilustra a capa da Veja desta semana: a enxurrada de acusações infundadas lançadas contra Marina Silva.