Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Artigos de outros autores

Voltar para listagem

O TSUNAMI, ENFIM, CHEGOU!

por Gilberto Simões Pires, em Ponto Crítico. Artigo publicado em


TSUNAMI
Depois que o TSUNAMI ( palavra de origem japonesa, onde -tsu- significa "porto", e -nami- "onda", portanto "onda de porto") atingiu vários países do Oceano Índico, provocando a morte de mais de 170.000 pessoas só na Indonésia, a maioria na província de Aceh, cada vez que estamos diante de algo arrasador virou praxe utilizar o termo para definir o tamanho do estrago.


APÓS DERROTAS
Como foi amplamente noticiado, após se manifestar sobre as derrotas que sofreu:
1- na discussão da REFORMA ADMINISTRATIVA no Congresso;
2- da contestação quanto ao DECRETO DAS ARMAS; e,
3- através das críticas quanto ao CONTIGENCIAMENTO DE GASTOS COM AS UNIVERSIDADES;
o presidente Jair Bolsonaro previu um TSUNAMI para esta semana.


DESCUIDO ELEITORAL
Dito e feito. Ontem, 3ª feira, 14, o mundo todo viu e ouviu o governo admitir que as propostas que levaram a maioria do povo brasileiro a eleger Jair Bolsonaro não agradam a maioria dos ocupantes do Poder Legislativo. Uma prova de que ao mesmo tempo em que teve cuidado para eleger Bolsonaro, não teve o mesmo cuidado na escolha da maioria dos deputados.


ONDAS ENORMES E CRESCENTES
Se o TSUNAMI POLÍTICO já vinha dando sinais de que promete muita destruição e pouca construção, o TSUNAMI ECONÔMICO não deixa dúvida. As ONDAS ENORMES E CRESCENTES do DÉFICIT FISCAL aí estão para comprovar seus TERRÍVEIS E ARRASADORES EFEITOS. Um verdadeiro e triste DESASTRE, diga-se de passagem.


INEVITÁVEL CAPOTAMENTO
O que mais chama a atenção é que, da mesma maneira em que não existe uma viva alma que desconheça o tamanho da ENCRENCA FISCAL que levou o nosso país literalmente à lona, não são poucos aqueles que, sabendo que o VEÍCULO BRASIL está com os freios totalmente avariados, se colocam nas curvas que beiram o GRANDE E PROFUNDO ABISMO para se deliciar com as cenas do INEVITÁVEL CAPOTAMENTO.


PEDIDOS DE SOCORRO
Este, infelizmente, é o quadro da nossa crítica situação. O carro está desgovernado, as contas públicas arrasadas, o futuro comprometido e mesmo assim grande parte dos nossos maus deputados não manifesta a mínima vontade e/ou pressa para evitar a TRAGÉDIA ANUNCIADA. Mais: faz de conta que não ouve os estridentes gritos de insistentes pedidos de SOCORRO. Pode?
 

Compartilhar

Artigos de outros autores