Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Artigos do Puggina

Voltar para listagem

A INTERNAUTA MILITANTE

por Percival Puggina. Artigo publicado em

 

 A moça tem um cortejo de seguidores e funciona, naquele grupo, como uma professora de História do Brasil que preferisse o Paleolítico. Ataca as Grandes Navegações, as usinas hidrelétricas, o capitalismo e o "brutal bloqueio" norte-americano a Cuba. Ela descobriu que os coxinhas tiraram a Dilma para "botar o Temer lá" porque ele é o chefe da quadrilha e a Dilma ia estourar o ponto. A cada frase dessas, a galera esgota o estoque daquelas figurinhas "emojis" com palmas, socos, braços musculosos, polegares erguidos, sorrisos e corações. Juro que vi até um burrinho, mas foi coisa de alguém que clicou errado.

 Na opinião dela, o Temer tem que sair. É um imperativo moral. Tão imperativo moral quanto a prisão de Sérgio Moro, a absolvição imediata de Lula em todos os processos, a execução de Eduardo Cunha, a volta de Dilma, a proscrição da Rede Globo e a capitalização da Carta Capital em joint venture com o BNDES. Posta diante da questão - "Tirar o Temer para pôr quem?" - ela estufa o democrático busto e pede eleições gerais.

Grande ideia! Para funcionar, há que: 1º) mudar a Constituição; 2º) alterar todos os prazos já definidos; 3º) redigir e aprovar as leis complementares necessárias para regrar o pleito; 4º) feito isso, esperar que o TSE redefina as muitas questões que lhe cabe normatizar a cada eleição; 5º) obter do governo a liberação dos tais R$ 3,6 bi ditos imprescindíveis ao financiamento público da campanha. Sobre o fulano que vai presidir a República durante esse tempo eu só sei que se não for "companheiro" a tal internauta estará na rua com um cartaz "Fora fulano".

Se o Congresso Nacional abraçar a solução proposta pelo elevado discernimento político da moça, é certo que a eleição fora de prazo vai acontecer realmente fora de prazo, lá por 2020. Fica a dica para Maduro, que está muito a fim de evitar uma eleição direta censitária.

Por falar nisso, ela é fã do Maduro. Encanta-se com aquele jeito de Mussolini de opereta e com o vocabulário "bolivariano" de 500 palavras. E está indignada (deve ter ouvido orientações de Gleisi Hoffmann) com as críticas que os coxinhas fazem ao camarada ditador da Venezuela sem terem ido lá para ver o que "realmente está acontecendo". No post seguinte, de modo coerente, recomendou ler o que se escreve lá fora sobre o Brasil.

Tentei explicar que a Câmara dos Deputados não julgou e menos ainda absolveu Michel Temer; esclareci que cabia àquela Casa apenas definir se convinha ou não ao país que o presidente viesse a ser julgado pelo STF naquele momento. E afirmei que novos fatos ou diferentes circunstâncias poderão, no futuro, recomendar decisão diferente. Foi a conta! Recebi um página inteira de emojis malcheirosos e fui bloqueado. Não consegui dizer que em 2005 e 2006, quando estourou o mensalão e a Orcrim se tornou conhecida, 33 pedidos de impeachment de Lula foram protocolados e arquivados na Câmara dos Deputados. Nenhum de parlamentar. Por quê? Os políticos sabiam que havendo eleição logo adiante, um processo de impeachment complicaria a cena eleitoral, administrativa e econômica. As responsabilidades criminais seriam tratadas na Ação Penal 470, no devido tempo e no foro adequado. O que de fato aconteceu. Quem quer o circo pegando fogo está noutro lugar e com a vida ganha.

 

________________________________
* Percival Puggina (72), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A tomada do Brasil. integrante do grupo Pensar+.
 

Compartilhar

Comentários

Renato .

Olá, Professor! Fico feliz em ler seus artigos e somente triste por só conhece-lo agora! Anseio por ler e aprender cada vez mais e serei um frequentador do portal. Parabéns pelo trabalho, sucesso e paz! Abraço, Renato

Genaro Faria .

Meu caro professor Puggina, sinto que chegamos ao ponto de retorno. Mais um passo à frente e cairemos, inevitavelmente, no precipício do desfiladeiro da barbárie e das trevas da morte. Recuperemos a espiritualidade da igreja, perdida para a "teologia da libertação". Este há de ser o primeiro passo para que o mundo sagrado intervenha no profano: nosso clamor pela salvação. Por um milagre. Depois faremos com que a razão volte a orientar a filosofia e as normas do convívio social e interpessoal se restabeleçam. Então teremos o renascimento da civilização ocidental que os desconstrucionistas, vale dizer, os destruidores desfizeram ponto por ponto, sem nada tecer no tecido social que não a caricatura medonha do fanatismo e do desprezo pela vida humana.

José Caetano .

Os comentários do Percival são sempre lúcidos, concisos e pedagógicos.. Mas se tratando de Gleisi Hoffmann, tudo que se fala sobre o seu furor uterino e do marcante contra censo de suas vociferações, parece não ser o suficiente para despertar o seu ego embevecido.

Jose Nei de Lima .

Acorda Povo Brasileiro chega não dá aguentar mais vamos mudar positivamente Brasil, feliz dia dos pais meu amigo que Deus vos abençoe e ilumine amém.

Tereza Thompson .

Adorei sua reflexao Professor Puggina, so tenho uma observacao! Nao sei nem de quem se trata. Entendo que estou fora do pais mas nao passo um so dia sem me inteirar de tudo o que acontece de mais importante no meu pais. Nao vejo nenhuma figura com as atitudes e caracteristicas que descreveu e portanto fiquei curiosa. E obvio que esse artigo levara o ego dessa criatura la nas nuvens. Afinal de contas nao e qualquer mortal insignificante que e assunto para tao importante comentario como o seu senhor, Professor!

EDISON FRANÇA .

Fiquei decepcionado com o mestre Percival, achei que frente meus questionamentos ele seria o mesmo cara respondendo e acalmando meus, digamos, anseios. Infelizmente me enganei, não posso continuar lendo quem só espera elogios.

MIla Kette .

A ironia nisso é que a tal moça ataca o próprio sistema que usa para veicular sua propaganda. Me faz lembrar uma foto que, há anos, recebi num email. Era uma moça--quem sabe a mesma?--de camiseta Che Guevara, num protesto anti-Capitalismo, usando um celular. Go figure!

sanseverina .

Essa gente do MAV deve ganhar bem dos partidos políticos e, como bem se demonstrou, também dos governos sob gestão petista. Mas além dos “profissionais” tem um monte de amadores idiotas úteis, e ociosos, que infestam as tais redes sociais com opiniões abalizadíssimas e defesas fundamentadas das falcatruas de seus ídolos. Às vezes leio o blog do Reinaldo Azevedo que, apesar do ego imensurável, é um bom analista um dia mais, outros dias menos isento, mas... O que incomoda sobremaneira ali é a turma dos comentários que ferve de gente grosseira e claramente teleguiada contra o blogueiro rotulado liberal de direita, um crime considerado, pela patuleia petista et caterva, de lesa ideologia comunista. Ops! Socialista. ARGH, BLEARGH!!!

Genaro Faria .

"A moça temum cortejo de aeguidores..." O nome dela é legião.

lucia maria lebre .

Pior que nada se pode fazer contra essa imunidade cognitva dessa canalhada!

Jonny Hawke .

Só que é "militante internauta" sendo que a internet foi uma coisa inventada pelos "opressores-normativis-americanos"! Comunista faz que no partido democrata: quando não consegue destruir uma invenção, cultura ou modo de viver, tenta tomar de assalto pra si e culpa quem inventou de terem roubado suas idéias. Alguém dúvida que muitos esquerdista dizem que internet é uma invenção da URSS, China ou Cuba?
1/1
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos do Puggina