Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Artigos do Puggina

Voltar para listagem

A PÁTRIA EM TEMPOS DECISIVOS

por Percival Puggina. Artigo publicado em

 

 Vai passando batida mais uma Semana da Pátria. São poucas, fora dos círculos militares, as manifestações de celebração a esse marco temporal de nossa nacionalidade. Mas não escrevo para pedir que as pessoas, que os lares e que as vitrinas se enfeitem de verde e amarelo. O objetivo deste texto é bem diferente. É um apelo aos brasileiros, de modo especial aos que amam a pátria e se sentem responsáveis por ela.

Escrevo para muitos, portanto. Aproveitemos esta semana para refletir sobre o que tantos conterrâneos continuam a fazer. Por vocação e gosto desejam prosseguir na faina que acabou por transformar o Brasil numa casa de tolerância, desavergonhada como raras vezes se viu igual. Uma casa de tolerância tão avessa à ordem que não se perturba com vê-la entregue aos criminosos. Que conta bandidos mortos e não conta policiais perdidos em combate. Que fala mal do Brasil para o mundo e faz palco a todo estrangeiro que venha fazer o mesmo aqui dentro. Casa de tolerância que aplaudia e hoje reverencia o gangsterismo político e o crime que por tanto tempo operou nos altos andares da República. Casa de tolerância de um banditismo deslavado e sorridente, de uma elite rastaquera e debochada, que conta dinheiro e votos como se fossem a mesma coisa. E festeja toda impunidade.

Já não lhes basta a própria corrupção. Dedicam-se, há bom tempo, à tarefa de corromper, aos milhões, o próprio povo, desde as mentes infantis. São milhões e milhões que já não se repugnam, que desconhecem constrangimento, que não reclamam e, pior, se proclamam devotos. Aplaudem.

Não é apenas no plano da política que a nação foi sendo abusada e corrompida. Também nos costumes, no desprezo à ética, à verdade e aos valores perenes. No pior dos sentidos, foi arrastada nesse rumo uma nação debilitada pela pobreza. Incitaram o conflito racial em um povo mestiço desde os primórdios. À medida que Deus foi sendo expulso, à base de interditos judiciais e galhofas sociais, instalou-se, no Brasil, a soberania do outro.

Recebemos de Deus e da História um país esplêndido. No lugar onde hoje emergimos de qualquer mergulho nos acontecimentos das últimas décadas é impossível não perceber que às ações de agora correspondem reações contrárias, empurrando-nos precisamente para os embaraços dos quais quisemos sair e saímos.

Nosso dever cívico não tem data nem prazo de validade. São tempos para não esmorecer, tempos para que não tombem nossos braços nem nos falte o indispensável alento para o convívio livre e democrático com a divergência, conhecendo os valores que abraçamos e confirmando, sempre, nossa confiança nos frutos da verdade, da dignidade e da liberdade.

Feliz Semana da Pátria, de uma pátria mais feliz consigo mesma!


_______________________________
* Percival Puggina (74), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A Tomada do Brasil. Integrante do grupo Pensar+.
 

Compartilhar

Comentários

Francisco Cerva .

Bom dia Prezado Mestre. A clareza, a honestidade e o amor à PÁTRIA que o Senhor transmite, me deixa muito orgulhoso e também envergonhado pelos anos que nos deixamos manipular pela mídia podre traidora da PÁTRIA INIMIGOS DO C1DADÃ0 de bem.

Vitorio Perozzo .

Boa tarde caro amigo PUGGINA.Mais uma vez o PARABENIZO pelo artigo e me solidarizo com os demais comentários e comungo com esse espírito PATRIÓTICO.Acho que agora chegou a nossa vez de levantarmos nossa voz e AGIR. Conte sempre comigo.GRANDE ABRAÇO

Luiz Eduardo Paes Leme .

Caríssimo .Percival Puggina. Acompanho seus testos a algum tempo e vejo que nossos ideais e pensamentos convergem. Tenho 76 anos e já me frustrei com algum jornalistas que passaram a alugar suas penas e saberes para o lado escuro da força. Vejo e leio nos seus escritos o anátema contra a situação que se nos apresenta. Enquanto V.Sa. estiver na trincheira, haverá esperanças. Enquanto muitos e cada vez mais se ombrearem nessa luta, nossas lágrimas não correrão em vão. Um grande abraço.

Elionard Teixeira Jales .

É maravilhoso encontrar escritor como você que traz luz, sabedoria e esperança para nós, que ainda não desistimos de lutar por um país melhor. Obrigado.

João Guilherme Maia .

O que me chamou atenção este final de semana foi a polêmica do livro na Bienal do Livro com a imagem de dois adolescentes se beijando. Eu fiquei revoltado com o ocorrido e escrevi este texto, segue o texto: E A POLÊMICA QUE SE FORMOU NA BIENAL DO LIVRO DEVIDO UM LIVRO QUE MOSTRAVA DOIS ADOLESCENTES SE BEIJANDO, PARA OS DEPRAVADOS MORAIS É NORMAL MAIS PARA UMA FAMÍLIA CRISTÃ QUE AMA OS SEUS FILHOS NÃO É. O que não tem se visto na proteção a criança e ao adolescente e a proteção deles contra a depravação moral que muitas mídias acham normal, como essa polêmica na Bienal do Livro que se encerrou ontem, na venda de um livro onde aparecem dois adolescentes se beijando, o que é uma tremenda degradação dos valores morais e como ficará a cabeça de uma criança e um adolescente ao ver uma figura desta num livro. Para a mídia depravada que nós temos algumas, acham mais do que normal. A mesma polêmica se formou quando num evento uma criança de uns quatro anos aparece passando a mão em um homem nu deitado, como houve uma revolta geral da população, eles se saíram que era arte. Condenaram o prefeito Crivella por ele ter mandado fiscais para retirar o livro da Bienal do Livro, devido esses abusos morais contra a criança e adolescentes. Aí eles vieram com a liberdade de expressão. Liberdade de expressão e uma coisa e depravação dos valores morais é outra, essas pessoas são especialista em querer confundir a mente das crianças e adolescentes com isso. Esses depravados que tentam induzir as nossas criança e adolescentes que relação homossexual é normal, então que procurem saber o e o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Aí está o que deve ser incentivado às nossas crianças, que é o esporte, isso sim irá contribuir para o crescimento dos seus valores morais e não induzi-los a sexualidade precoce como estão tentando nos últimos tempos.

Armando Micelli .

Muito bem Puggina. Continue a luta. Nós te apoiamos. Você não está sozinho. Abraços.

Décio Antônio Damin .

"Casa de tolerância" é uma ótima figura e bem apropriada ao nosso país...! Temos de aceitar que, no conjunto, os culpados somos nós mesmos que nos permitimos chegar a tal estágio que agora exige um "tratamento de choque"! O diagnóstico é óbvio: falta educação, respeito à hierarquia, trabalho, amor à pátria e... continuar acreditando que ainda "é possível" levantarmos do "berço esplêndido"... desde que, mesmo pequena, cada um faça a sua parte!

Alexandre Patriarca .

Parabéns, Sr. Puggina! Estive no evento do Brasil Paralelo em São Paulo, no último sábado, onde tiver o prazer de acompanhar sua excelente participação, ao lado de muitos outros excelentes brasileiros. Muito obrigado pelo trabalho que o Sr. vem realizando com seus textos e atuação em prol de um país mais digno. Não fossem pessoas como o Sr. e muitos outros, o Brasil já teria ido para a "cucuia" há muito tempo! Sou seu "fã"!

Abrahão .

Sei todos os hinos que exaltam nossa pátria. Eu os aprendi na escola primária, no ginásio e no científico. Canto esses hinos com orgulho e emoção. Sorte minha que vivi num país normal durante minha infância e juventude. Não sentir o coração bater mais forte diante dos símbolos da pátria é sintoma grave de falta de respeito por si mesmo.

Fátima Goncalves .

Parabéns Sr. Puggina!! Sentimos meio q desolados em nossa pp “Pátria Mãe Gentil!!”. Nossos jovens, infelizmente, aprenderam a deixá-la de lado, até mesmo a cor de nossa Bandeira, quiseram mudar!!! Sinto mto por não ver o nosso vigor patriótico em nossas escolas, nossas universidades, nossas casas, enfim, conseguiram com q nossos jovens se tornassem frios e monótonos. Parece q estamos num País sem cor, sem Bandeira, sem Hino Nacional, q particularmente, para mim é o mais bonito do planeta, estamos vivendo num mundo sem civismo , sem moral, sem ordem... está difícil mas, tenho Fé q Ele estará conosco até o fim!!! ?????? Prossigamos na luta dentro de nossas casas, defendendo em 1o. Plano a Família , transmitindo tds esses valores citados acima e tantos outros q fazem parte do dia a dia de um povo, RESPEITO, MORAL HONESTIDADE, ÉTICA E PATRIOTISMO!! A NOSSA BANDEIRA JAMAIS SERÁ VERMELHA!!! ????????????????????????

Dalton Catunda Rocha .

Em resumo: Luta de classes morta; lutas de bichos, florestas, gays, raças e sexos estão todas postas. “Continuo detestando a racialização do Brasil, uma criação – eu vi – do Departamento de Estado dos Estados Unidos. Nossa maior conquista – o conceito de povo brasileiro – desapareceu entre os bem-pensantes. Qualquer idiotice racial prospera. A última delas é uma linda e cheirosa atriz global dizer que as pessoas mudam de calçada quando enxergam o filho dela, que também deve ser lindo e cheiroso.” E concluiu: “Quero que as raças se fodam.” > ( https://istoe.com.br/racializacao-e-uma-histeria-que-tem-que-parar-diz-secretario-do-rio/ ). ******************* Solução para as favelas, nos morros cariocas? Erradicar os morros, com tecnologia que já existe e, há décadas. 1-Solução para demolir barracos de favelas: https://www.youtube.com/watch?v=MVNecEmaYEU 2-Solução para demolir morros com favelas: https://www.youtube.com/watch?v=cKwkr3Ed14g 3- Solução para remover o material dos morros: https://www.youtube.com/watch?v=Kb-45f4t4rE 4- Solução para as rochas dos morros das favelas: https://www.youtube.com/watch?v=97jO-n3kJgI Está bom. Não querem eliminar os morros, mesmo isto podendo sair mais barato, que a grana enviada para Cuba, Venezuela, etc. Querem que o Rio de Janeiro tenha mais um século cheio de favelas. Que assim seja.

Jorge Luiz Schwerz .

Parabéns pelo Artigo Puggina! Feliz Dia da Pátria para todos nós! "O preço da liberdade é a eterna vigilância!"

Delmar .

Excelente

ariel .

OBRIGADO, PUGGINA, POR MAIS ESSE BELO TEXTO; HOJE , ASSISTI VIA TV , UM PRESIDENTE NA TENTATIVA DE RESGATE DO PATRIOTISMO; QUE NÃO NOS CAUSE MAIS UMA FRUSTRAÇÃO.....VI, UM PRESIDENTEVERDE-ANARELO ! QUE DEUS O PROTEJA!!!

Helena Leão Bered .

Parabéns pelo brilhante texto, tenho esperança de novos tempos com o atual governo.
1/2
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos do Puggina