Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Artigos do Puggina

Voltar para listagem

AS LÁGRIMAS DE OBAMA E O DIREITO DE DEFESA

por Percival Puggina. Artigo publicado em

 

 As lágrimas de Obama emocionaram o mundo. Não consigo sequer imaginar, como pretenderam alguns, que elas tenham sido produto de talento teatral. Não! Ele não é ator tão competente nem faltam ao massacre de Sandy Hook motivos para uma verdadeira torrente de lágrimas.

No entanto, é abusivo valer-se das lágrimas de Obama para combater, no Brasil, propostas que buscam proporcionar ao cidadão condições de defender a si e à sua família. Obama chorou mesmo, sem qualquer mistificação. Mistificadores, estes sim, são os defensores de bandidos que enchem as páginas de nossos jornais usando expressões tipo "bancada da bala" e "turma do bangue-bangue" para se referirem aos que, como eu, querem ver assegurado aos cidadãos de bem o direito de defesa num país que se entregou para os criminosos.

Os adversários do direito de defesa nos querem totalmente desprotegidos, em quaisquer circunstâncias. Para eles, as armas devem ser privilégio da escassa e acuada autoridade policial e da multidão de criminosos que, em imensa superioridade numérica, infesta nossas ruas. Se jornalistas, apressam-se a exigir que a polícia trate facínoras como se cavalheiros fossem. Se governantes, não constroem presídios e descuidam dos recursos materiais e humanos da segurança pública. Se membros do Poder Judiciário, são "garantistas" e se comprazem em soltar bandidos, ainda que presos em inquestionável flagrante. Se políticos e integrantes do mundo acadêmico, vêm a criminalidade como evidência da luta de classes e não da eterna luta do bem contra o mal.

É assim que pensam e agem, meu caro leitor, sob influência ideológica do partido governante, o Estado brasileiro, o governo e a administração pública. É assim que se orientam, majoritariamente os meios de comunicação, a Justiça e os educandários, em especial o mundo acadêmico. A Nação está confiada a quem assim pensa e decide. E isso nos deixa praticamente sem saída se a população não desacomodar sua opinião do sofá e sair com ela às ruas.

Inegável dado proporcionado pelos fatos: somos conduzidos por pessoas que romperam seus vínculos com o mundo real. Mudaram-se para a utopia e em seu conforto habitam. Basta ouvi-los para perceber que ocultam tudo, menos isso. Com raras, raríssimas exceções, querem a continuidade de tudo, com Dilma e o PT. Creem ser disso que necessitamos para sair da pavorosa crise em que "o mundo" e a "oposição raivosa" nos meteram. O desarmamento das pessoas de bem é parte imprescindível desse projeto de malucos.

________________________________
* Percival Puggina (71), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de Zero Hora e de dezenas de jornais e sites no país, autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A Tomada do Brasil, integrante do grupo Pensar+.

 

Compartilhar

Comentários

Dirceu Guerra .

Percival, corroborando, desejo deixar como vejo tudo isso. Fazem muitos anos que não vejo um político sequer falar em atuar, para que as famílias não tenham que gastar tanto recurso, para construírem seus presídios privados. Durante o período dos militares no poder, podíamos até deixar a porta aberta, pois ladrão que se presava, não roubava. Barak e todos os que defendem o desarmamento só o fazem por interesse privado e de seus grupos. Estamos indefesos e acovardados. Lágrimas deviam derramar por aqueles cuja vida foi ceifada por um vagabundo qualquer, protegido por nossos governantes e por essa corja de defensores de bandidos, que ocupam os três poderes, seja federal, estadual ou municipal. Queremos liberdade para ter armas com as quais nos protegeremos, e àqueles a quem devemos proteger.

Guilherme F. Lamb .

Não se enganem, Obama não é diferente de nenhum tirano marxista, Hitler também usava desses artifícios e seus discursos, lágrimas e crianças. São lágrimas de crocodilo sim. Obama não derramou uma lágrima sequer por todas crianças abortadas pelo planned parenthood ou pelas vitimas de criminosos e imigrantes ilegais. O que Obama quer é tirar as armas de seus opositores e se perpetuar no poder como qualquer tirano marxista de sua linha...

Áureo Ramos de Souza .

É meu caro Percival e como aguentar tudo isso se somos frágis diante dos potentosos e poderosos de uma sigla que se chama PT e tem ainda os que querem comer também da lama podre que os apoiam. Em um país onde a Agencia Nacional de Transporte Terrestre renovam seu contrato de aluguel as escuras sem comunicar a presidente por uma bagatela de 60 meses que em real chega a R$ 2.068.546,97 e o imóvel custa 34 mil o aluguel. Em um país onde entre salários e benefícios um Deputado Federal tem um ganho de R$ 146 mil por mês e enquanto o governo da um aumento aos aposentados, assalariados,beneficiários R$ 92,00 e manda aumento de impostos e aumenta tudo onde vai ficar os 92, para que esses míseros 92. Prezado senhor Percival e se não fosse vocês que nos envia noticias, se proibissem, o que seria de nós pobres? O problema encontra-se justamente com esses partidos e com o ganho de todos que infelizmente elegemos.

José Nei de Lima .

Concordo com meu caro amigo em todos sentidos é o Momento de uma grande virada mas positiva na cabeça de nossos gestores para que abra suas mentes e parem de ser Individualistas e pensem em um Brasil Melhor, tenho esperança vamos pensar Positivo, um grande abraço e um Feliz Ano Novo de muita paz e gratidão.

Elton Henrique dos Santos .

Se o juiz solta, mesmo em caso de flagrante, é por que a lei processual assim o ordena. Deve haver mudança da lei e não desobediência por parte do judiciário. Mas é óbvio que o nosso congresso não vai mexer nisso.

paulo assis valduga .

Estimado Puggina, parabéns pelo traçado, colocando os pingos nos "iis"; estamos praticamente impedidos de portar arma para defesa pessoal, enquanto a bandidagem, como mostram as mídias, portam ostensivamente. lamento, ver mensagens acimas contrárias aos nossos ponto de vista com relação às armas quer sejam por desconhecimento, quer sejam por conveniência ( ou .... convivência). armas, em lugar algum, matam pessoas, são pessoas que matam pessoas !!! continua assim para alegria dos que acreditam e confiam em você.

Fernando Antoniazzi .

Caro Puggina; A Paz esteja contigo! Estou temporiamente em Lynchburg, na Virginia. Por aqui, a criminalidade é combatida com firmeza e o cidadão pode se defender com uma arma de fogo, bem como defender sua Família e seu Lar. Licitamente, vendem-se armas e munições até em 'feiras da barganha' de mercado-de-pulgas. Eu vi, ninguém me contou, um civil portanto ostensivamente uma Colt 1911/A-1, calibre .45ACP, com empunhadura lavrada (muito bonita por sinal) no 'mercadão' (na feira!), sem causar qualquer estranheza no restante da população presente. No Walmart você pode comprar armas longas e munições diversas. A restrição maior por aqui é a respeito das armas curtas, as quais podem ser carregadas sem serem notadas (concealed carry guns), para isto é necessário uma licença 'especial'. No Brasil, para se comprar uma arma e mantê-la legalizada é uma tarefa hercúlea. Pela Polícia Federal, no sistema de registro SINARM, as exigências são tantas, os documentos são tantos, inclusive exames psicotécnicos e práticos, e ainda assim a Autoridade pode indeferir a compra, se achar que o requerente não necessita da arma. Pelo Exército, no sistema de registro SIGMA, as exigências se tornaram maiores e o atirador precisa comprovar que compete regularmente em provas de clubes e associações, passa também por exames e regularmente recebe a visita de militares em sua casa, onde deve mostrar o local em que guarda seu acervo, bem como, eventualmente, o inventário da munição. Em ambos os sistemas, as licenças são renováveis a cada dois anos (SIGMA) ou três anos (SINARM) e passíveis de indeferimento (ao sabor do vento). Isto tudo, sem abordar o porte de arma: custoso e dificílimo para ser obtido. Tudo isto gera muito papel, carimbo, selo e custo. O preço das armas também é proibitivo, bem como o da munição, daí a luta para ter licença para recarga. Apenas para comparação, no Brasil, uma Old Lady usada vale cerca de USD$ 1,000.00 a USD$ 1,500.00. Aqui, na esquina de onde estou no momento, uma Old Lady novinha e na caixa pode ser comprada por cerca de USD$ 600.00, ou até menos. Veja, há mais de dez anos houve um Referendo, cuja formulação da pergunta era capciosíssima, e mesmo assim o povo decidiu (quase 2/3 contra 1/3) uma coisa e o governo fez o contrário. Se a pergunta fosse direta eu acho que a diferença seria maior, pelo menos 3/4 contra 1/4. Assim segue o projeto de comunização do Brasil, desde a era FHC (que fez um primeiro mandato bom), e não há sinal de uma coesão firme para obstar o processo. Tenho a impressão de que a maioria do povo brasileiro saiba que a Nação esteja doente, mas ainda não identificou o agente etiológico e desconhece o remédio para a cura. Oremos! Um forte abraço Fernando

ALCIDES POLIDORO PÉRSIGO .

TRABALHAMOS, TRABALHAMOS, E TRABALHAMOS. PAGAMOS IMPOSTOS E MAIS IMPOSTOS, ENERGIA CADA VEZ MAIS CARA. NOSSAS ESTRADAS CHEIAS DE BURACOS. EDUCAÇÃO/ESCOLAS, QUASE CAINDO, FALTAM RECURSOS ALEGA DA. DILMA E QUADRILHA. MAS, DINHEIRO PARA ENVIARVIAR PARA CUBA, BOLÍVIA... NÃO FALTOU. ALCIDES PÉRSIGO.

José Luiz de Sanctis .

Excelente artigo! O desarmamento civil só favorece criminosos e tiranos. O resto são falácias para enganar os incautos.

Afonso Pires Faria .

Eles não sossegarão enquanto não conseguirem atingir nos EUA, os mesmos índices de criminalidade do Brasil, quatro vezes maior. Conseguirão seu intento fazendo o que se faz aqui. Desarmando a população de bem.

Artus James Lampert Dressler .

O DIREITO À DEFESA É PRIMORDIAL Os incautos, pela própria natureza do DNA, ou interesses subjacentes, nunca deixarão de ser "incautos" , pois se cevam e se chafurdam em êxtases intermináveis, ainda que estuprados sucessivamente. Acreditam que um dia, como se no filme PERFUME DE MULHER, aparecerá um príncipe/governante encantado para lhes tirar da vida degradada. NÃO, NUNCA. Rolarão, num processo de deterioração financeira e moral pelas sarjetas da vida indo se desmanchar nas cloacas e esgotos para serem degustados pelos ratos que depois de terem lhes levado às esperanças e o futuro promissor, levarão a vida. Aos ratos interessa a dependência que é a última a ser implementada pelo confisco da liberdade e o do livre arbítrio com a anestesia dos efeitos da lavagem cerebral.

Leia Pereira .

Acho q tudo no seu texto está corretissimo, só tenho uma duvida: esses problemas seriam resolvidos com bala? Eu nao teria coragem de atirar em alguém.

João Guilherme .

O problema no Brasil nessa época petista no poder é muito grave com respeito ao controle de armas. Por sinal o cidadão comum teve as suas armas controladas. Agora o que o governo comunista do PT fez, simplesmente, abriu as nossas fronteiras para os amigos bolivarianos e com isso a entrada de armadas contrabandeadas no Brasil nunca foi tão grande como está ocorrendo nos governos petistas. O que está acontecendo é o seguinte os chefões contrabandistas, que não são os bandidos dos morros e sim os bandidos de colarinho branco do asfalto, trazem as armas desses países bolivarianos com as fronteiras abertas e vendem essas armas para os bandidos dos morros e o que esses bandidos do morro fazem distribuem as mesmas, para os bandidos comandados por eles, principalmente para jovens adolescentes e é por isso, que se vê todos os dias jovens, muitas vezes adolescente assaltando os pedestres nas ruas das principais cidades do nosso Brasil a fora. Agora o que não dá para entender com toda a tecnologia que temos agora, a polícia não consegue parar este avalanche de armas nas ruas das nossas cidades. A única resposta que nós encontramos é que as nossas polícias estão cheias de bandidos, como foi descoberto aqui no Rio de Janeiro, com os comandantes da polícia militar envolvidos em corrupções. Aí você desvia o seu olhar para o governo Federal, para o Congresso Nacional e você só vê um mar de lama. Aí para o povo só resta como diz o dito popular, se correr o bicho pega e se ficar o bicho come. Eu já falei e volto a falar, eu não sou a favor do retorno dos militares, não por eles não serem honestos e competentes, não porque eles são tanto competentes quanto honestos, mas porque a função deles é outra, mas, se o pais continuar nesse desgoverno que estamos vendo eu prefiro mil vezes que os militares assumam o comando do país e o coloque de volta aos trilhos como fizeram em 1964. OBS: Substituir o comentário anterior por esse, obrigado.

Mila .

Eu não agüento ver homem chorando--que fiasco! Creio que é resultado da educação que tive. Meu pai era do tempo em que "homem não chora." Concordo com ele em gênero e número!

maria-maria .

Não confio em barack hussein, o queniano; acho que ele é excelente ator tanto que conseguiu o apoio para guindar-se ao poder. É perigoso, pois é um comunista enrustido como comprovam muitos dos atos dele, inclusive o do desarmamento da população; também mantém estreitas ligações com muçulmanos a ponto de nomear alguns para altos cargos e reconhecer como feriados datas importantes para eles. O que o afastaria de terroristas?
1/2
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos do Puggina