Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Artigos do Puggina

Voltar para listagem

COMPROMISSO COM A MENTIRA

por Percival Puggina. Artigo publicado em

 

 É de autoria da jovem escritora norte-americana Veronica Roth a observação, tão interessante quanto significativa, que determinou o título deste artigo: a mentira exige compromisso. De fato, quem mente faz  um pacto com essa falsidade, agravando de modo crescente seus efeitos e a corrupção da própria consciência. O que descrevi ganha enorme significado no campo político. Neste caso, a mentira pode fraudar a democracia e determinar as mãos para onde vai o poder; pode frear e inibir a Justiça; pode promover a injustiça e pode causar severos danos aos indivíduos e ao interesse público.

 Imagine agora, leitor, quanto mal pode advir quando a mentira, corrupção da verdade, é repetida milhões de vezes por multidões que, deliberada ou iludidamente, a reproduzem sem cessar como papagaios de barbearia. Temos visto muito disso por aqui. Impeachment é um instrumento constitucional da democracia, de rito lento e severo definido pelo STF, que exige quorum elevadíssimo em sucessivas deliberações nas duas casas do Congresso. No entanto, sua legitimidade vem sendo contestada através de uma mentira que me recuso a reproduzir aqui em respeito ao leitor cujos ouvidos, certamente, já doem de tanto a escutar.

 Agora, um novo mantra está em fase de propagação. É o tema deste artigo. Ouvi-o pela primeira vez há poucos dias: "Se Temer assumir vai acabar com a Lava Jato". Ué! Em seguida ouvi novamente. E de novo, e de novo. A mentira passou a ser difundida por uma nuvem de papagaios. Em bem pouco tempo, como era de se prever, de tão repetida a mentira virou assunto de entrevistas e comentários em rádio e TV. Ora, quem ouviu a mentira várias vezes proferida por repetidores comprometidos, viva voz ou nas redes sociais, e logo vê o tema sendo abordado em meios de comunicação, aos poucos passa a entender como informação aquilo que repetidamente ouviu. É gigantesca a disparidade de forças entre a verdade e a mentira incansavelmente proferida!

Vamos à verdade. Quem tentou controlar a operação Lava Jato foi o governo. Quem manifestamente odeia o juiz Sérgio Moro são: a presidente Dilma, o ex-presidente Lula, seu partido, seu governo e seus seguidores. Eram os parlamentares do governo que assediavam José Eduardo Cardozo enquanto foi ministro da Justiça para que contivesse as ações da Polícia Federal. Foi por pressão partidária, especialmente de Lula, que ele deixou o ministério onde seu sucessor, o ministro Aragão, já no dia da posse, começou a ameaçar a Polícia Federal. Ou não? Num país onde os absurdos se sucedem abundantes, em cascata e por dispersão, as pessoas esquecem essas coisas e abre-se o campo para quem mantenha relação descomprometida e inamistosa com a verdade.

Ninguém pode deter a operação Lava Jato. Ainda que alguns parlamentares investigados por ela tenham se mudado do governo para a oposição, a operação funciona numa esfera que não pode ser alcançada por cordéis acessíveis aos comandos políticos. O governo, que descobriu ser inútil sonhar com isso, também sabe que pode se valer da ideia para propagar uma falsidade que lhe convém.

________________________________
* Percival Puggina (71), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de Zero Hora e de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A tomada do Brasil. integrante do grupo Pensar+.

 

Compartilhar

Comentários

Flauri Migliavacca .

Simplesmente absurdo esta gente mentir desta maneira e por incrível que pareça, a imprensa fala e nada desmente. As pessoas de boa índole, nem sabem interpretar estas tantas vezes profanada mentira........de tudo, de golpe, de que se houver impedimento da dita cuja DILMA, acabarão com a Lava Jato..........é mentindo a todos que se tenta a perpetuação no poder......estamos fartos de mentiras.

Ismael de Oliveira Façanha .

Resposta a comentário sobre texto de João Cesar de Melo, no "Alerta Total": Discurso estereotipado da retórica anti-comunista, mas muito útil, porque as pessoas não tem capacidade para ir ao fundo da realidade. O importante é afastar os "bolivarianos", os cotistas, os entreguistas de terras para "descendentes de índios", para quilombolas; os fomentadores da luta de classes, os que sustentam ONGs de gays, de feministas profissionais, etc. Que se vão Dilma e o PT, de preferência para sempre. Agora, NÃO SE ILUDAM: o Brasil tombou numa CRISE FISCAL mais que vintenária (25 anos), - os Estados e a União estão SEM DINHEIRO; a RECESSÃO torna inútil aumentar impostos; as exportações estão em queda, o valor das commodities idem (petróleo, etc.), existe uma CRISE ECONÔMICA MUNDIAL. ISSO VALEU PARA DILMA E VALERÁ DA MESMA FORMA PARA O TEMER. Nosso País está INVIABILIZADO?. Que bom fosse tudo "culpa" da Dilma e do PT! Era só trocar a guarda e estaria tudo resolvido. Mas não dá para ficar fumando ópio em cachimbo de âmbar, cambiando o efeito pela causa. Não é o glacê vertido no bolo que dá a forma, a casquinha é que toma a forma deste, isto é, a política é mera cobertura sem forma própria, ela, a forma, é dada pela economia. Ou a Dilma estaria ainda com prestígio em alta, prometendo "mundos e fundos" para todos. E Cuba seria a Suíça latino americana. Apesar que mais simpático do que a sua antecessora, o dr. Temer logo será alvo de ovos podres.

Sergio Barreto de Sousa .

Pegando o tema central do artigo do Sr. Puggina: “Quem mente repetidamente faz um pacto com a mentira, ou seja, a supressão ou distorção da verdade, agravando de modo crescente seus efeitos e a corrupção da própria consciência”. Essa é a mentira descarada, desavergonhada do ser humano que já comprometeu sua consciência. Por natureza, o ser humano deveria gostar do que é bom para ele e detestar o que é mau para ele. E assim é, enquanto o caráter domina a personalidade como deveria fazê-lo ou, dito de outro modo, enquanto o ser humano é são e normal. Mas quando a personalidade domina o caráter e o ser humano é menos são, começa a gostar do que é mau e a detestar o que é bom. Esse tipo de ser é muito frequente em uma sociedade anormal. Porém, existe uma outra espécie de mentira que também é muito frequente nos meios de comunicação e bastante perniciosa. É o caso da mentira que acontece quando alguém fala de coisas que não conhece e que nem sequer pode conhecer, e fica falando de coisas como se a conhecesse. Este tipo de mentiroso caso venha a perceber sua mentira começa a ter receio de mentir, não por razões morais, mas porque não pode controlar sua mentira e porque a mentira o controla. Porém o mais nocivo dos mentirosos é aquele que aparentemente nunca foi flagrado mentindo, mas que em seu íntimo resplandece uma espécie de luz negativa de um ódio profundo pela verdade.

Genaro Faria .

Permitam-me recomendar, prezados Prof. Puggina e colegas comentaristas deste site, a leitura (ou releitura) da encíclica de Bento XVI - Spe Salvi, cuja íntegra está disponível no site do Vaticano na língua portuguesa. O Papa, considerado por muitos como o maior teólogo vivo da Igreja Católica, e certamente um dos mais cultos a ocupar a Cátedra de Pedro, resume nessa magnífica encíclica o curso que nos levou a este desvio do legado de Cristo. E nos ensina o retorno à verdadeira esperança: a fé que nos resgata da opressão do mundo. E afasta os "vãos conselhos satânicos" * da herética "teologia da libertação". * Nunquam suade mihi vana (Nunca me aconselhes coisas vãs - S. Bento). Os comunistas de diversas denominações estão bebendo do próprio veneno. (Ipse venena bibas - idem).

Daniel Robert .

Veritas Solitarius opera, Mendacium socius opus.

Odilon Rocha .

O Temer já se manifestou (se por interesse ou não, isso pouco importa) abertamente a favor da Lava Jato. Concordo com o Sr. Genaro Faria, acima, até porque tenho comentado sobre o fato deles estarem se afundando com seus desatinos e atitudes calhordas. O mal que fazem faz o serviço. Quem pode acreditar em um governo que está tirando a comida da boca de milhões de brasileiros, por conta do desemprego, que já é o maior da história? O povo, a grande massa, pode ser ignorante, mas não é conivente com a imoralidade descambada desses tarados. Por incrível que pareça, a nossa gente é crédula, desinformada, mas conservadora. E as redes sociais tem prestado uma enorme ajuda, esclarecendo o suficiente. No entanto, ainda temos demandas urgentes para interpor abaixo-assinados, ações populares e referendos. Creio que nos falte, ainda, um pouco mais de vontade para pressionar com grande volume de adesão. Como exemplo, cito as dez medidas contra a corrupção. Em um país de 200 milhões de habitantes chegou-se a pouco mais de 2 milhões de assinaturas. Poderia ter sido bem mais, mas já ajudou. A mentira só será desmontada (já vem sendo!), caro Professor, com a nossa esmagadora participação e com Educação. Forte abraço

Fernando Alves .

Fico pensando o seguinte Puggina; Qual será o preço que nós pagaremos ao longo dos próximos anos por termos permitido este aparelhamento gigantesco totalmente comprometido com a "AGENDA DA ESQUERDA". Uma coisa que muito me preocupa é o fato de não haver uma postura de INDIGNAÇÃO da nossa classe formadora de opinião, salvo raríssimas exceções. Existe uma verdadeira avalanche de coisas erradas sendo produzidas por este pessoal. Se faz urgente que nos preocupemos com aqueles que darão seguimento a sociedade em que vivemos hoje, nossos filhos e netos. Os conteúdos de ensino onde as crianças e jovens adolescentes estão sendo doutrinados para não pensar, para não pesquisar, para não ler autores outros senão aqueles que interessa a este sistema "BURRO", isto deveria ser a nossa maior preocupação. É preocupante ver quase todos os órgãos de comunicação como que "ANESTESIADOS" conformados com esta situação. Acho que uma explicação para isto, infelizmente, é o fato de que esta classe que hoje deveria cumprir seu papel de formar, informar de maneira correta, de cobrar publicamente uma postura ética de nossos legisladores, também eles já foram forjados neste mesmo sistema educacional e acreditam que tudo é normal. Abraço.

Genaro Faria .

Pois é, caríssimo Puggina, e nós sabemos que esse compromisso é ideológico. O Decálogo de Lênin deixa isso claríssimo e pode-se dizer, serenamente, que ele é o avesso das Tábuas da Lei, como Satã é o grande inimigo da Verdade. Vivendo sob o domínio de uma organização criminosa interligada a um hospício cujos pacientes tomaram o lugar da diretoria, é um grande alento sabermos que os filhos da Mentira nunca prevaleceram contra os que buscam a Verdade. Pelo menos, não por muito tempo.
1/1
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos do Puggina