Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Artigos do Puggina

Voltar para listagem

DIGA FORO DE SÃO PAULO, MOÇA!

por Percival Puggina. Artigo publicado em

 

 A jornalista arregala os olhos, tranca os lábios e sacode a cabeça em sinal negativo. “Diga, moça, você verá que não dói”, insisto eu. Mas ela persiste na recusa. Eu volto: “Ao menos diga que o PT e o Partido Comunista Cubano são responsáveis por isso que você está descrevendo”. Nada. Palavra alguma, também, sobre comunismo, sobre Lula, sobre Fidel. Na voz daqueles analistas, a ditadura venezuelana parecia um desses vulcões simpáticos que posam para fotografia de turistas e, subitamente, começam a cuspir fogo vindo do nada .

 Aliás, durante todo o programa entretive esse diálogo mental com a apresentadora enquanto ela e seus colegas se revezaram em merecidas e pesadas críticas à ditadura venezuelana, hoje com Maduro, ontem com Chávez, mas ignorando as causas do que está em curso naquele país.

Aprendamos, pois, com Aristóteles e esclareçamos o que o mutismo dos analistas escondeu. O velho grego ensina haver quatro tipos de causas para que as coisas existam. Elas são materiais, formais, eficientes e finais. Assim, a causa material do que acontece na Venezuela, sua substância, chama-se comunismo. A causa formal, que determina sua essência, talvez por saltar aos olhos, era o único tópico reconhecido pelos analistas: ditadura com apoio militar. As causas eficientes, aquelas que explicam como a coisa tomou a forma atual, eram as que a moça, em meu diálogo mental, se recusava a admitir: o Foro de São Paulo, o regime e o governo cubano, o apoio do petismo quando governou o Brasil, e mais Lula, Fidel e Raúl Castro. E a causa final, razão de existir, é a manutenção de um grupo político no poder por tempo indeterminado, evoluindo na direção do partido único, que submeta a si todas as instituições do país.
Longe de mim a ideia de ensinar a moça a ajudar na sua missa diária. Quem realmente dirige o rito sabe o que está fazendo, tem seus motivos e quaisquer outros ficam fora de cogitação.

Minha intenção, por outro lado, é muito prática. Ao mostrar o que a moça estava omitindo, assim como o bebê que tranca os lábios ante uma colher de sopa de potinho, estou aproveitando o noticiário destes dias para revelar as terríveis consequências das ações dos agentes malignos que se congregaram no Foro de São Paulo no já longínquo ano de 1990.

O Brasil petista, o protagonismo de Lula nas eleições venezuelanas, os “financiamentos” a fundo perdido proporcionados pelos governos brasileiros e os cambalachos a eles relacionados foram causa eficiente da tragédia venezuelana. Esconder estas realidades da opinião pública, calar a respeito delas e jamais mencionar o Foro de São Paulo, é também ocultar parte das causas da crise em que nosso próprio país foi jogado.

 

* Percival Puggina (74), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A Tomada do Brasil. Integrante do grupo Pensar+.

 

Compartilhar

Comentários

André Ambrosio Abramczuk .

MESTRE, direto ao ponto! Por isso é que não deixo de ler seus artigos. Mesmo que não comente todos, eu gosto de lê-los pela honestidade lúcida com que são redigidos. Mestre, vamos à luta, pois muito há que combater!

Dalton Catunda Rocha .

Na Romênia comunista, seu último ditador, Nicolae Ceausescu (1918 - 1989), era muito parecido com Nicolás Maduro da Venezuela, em inúmeras coisas: 1- Tanto Maduro, como antes dele Ceausescu eram marxistas, que sucederam um ditador comunista que havia morrido de câncer. 2- Tanto Maduro, como Ceausescu tem na pobreza, a sua origem social. Ceausescu foi um sapateiro, enquanto Maduro é um ex-motorista de ônibus. No nível educacional os dois ditadores comunistas eram iguais, com educação formal mínima. 3- Tanto Maduro atualmente, como Ceausescu, se mostraram amantes fanáticos dos luxos: carrões, enormes palácios, comidas e bebidas caríssimas, etc. 4- Tanto Maduro atualmente, como Ceausescu, se cercaram de bajuladores e deram luxos, fortunas e poderes para inúmeros familiares. 5- Tanto Maduro atualmente, como Ceausescu no tempo dele, impuseram aos seus povos privações alimentares de todos os tipos. 6- Tanto Maduro atualmente, como Ceausescu no tempo dele, até se diziam em bons termos, com os Estados Unidos. Na prática, a política externa dos dois ditadores marxistas, em seus últimos anos de governo, foi igual. Ceausescu se tornou aliado dos aiatolás iranianos, da cleptomaníaca tirania da Família Castro de Cuba e Daniel Ortega da Nicarágua. Não por acaso, os últimos aliados de Ceausescu em 1989, são também aliados de Maduro em 2019. 7- Nicolae Ceausescu no tempo dele e Maduro décadas depois, passaram a usar cada vez mais de retórica nacionalista, para as massas. 8-Tanto no caso de Ceausescu, em 1989, como no caso de Maduro em 2019, a esquerda brasileira seguiu apoiando os dois mafiosos marxistas plenamente. A diferença básica é que o destino de Ceausescu foi definido, já em 1989. E o destino de Ceausescu foi ser deposto, em meio a uma revolta popular generalizada. Os militares, que haviam passado a terem fome, o abandonaram. No final das contas, Ceausescu fugiu com sua mulher num helicóptero. Os dois foram capturados, aprisionados, julgados sumariamente e executados a tiros, numa execução transmitida ao vivo, pela televisão romena. Ver site: ( https://www.youtube.com/watch?v=8qRRdcJ6p8w ) É altamente possível que Nicolás Maduro tenha o mesmo destino de Nicolae Ceausescu: ser deposto e depois, será morto a tiros.

Paulo Barreto .

Cuidemos de defender nossa fraca democracia, porque os socialo-comunistas, pelo que vejo, ainda ocupam os mesmos postos nas entranhas do estado só esperando o momento de voltar à Presidência e completar o que começaram.

Haremhab .

Sábias palavras Sr.Puggina, ninguém da imprensa terá coragem de falar ou assumir.

ilona maria de carvalho martins .

Bravo Professor Puggina.

adilson .

É de endoidecer qualquer cristão!Esse mecanismo de poder criminoso mostra sua pior face no momento de assumir.Não esconde,a vista de todos fala cometo,e continuarei á cometer!E falam por horas a fio todas as atrocidades que perpetraram e quem serão seus inimigos a sofre lás.Diante de todos gritam,escandindo as silabas e complementando com gestos decorados.E tudo é cometido conforme prometido,sem esquecer nada.A maioria assiste adivinhando o resultado que nada tem de inesperado,já replicado centenas de vezes.A maioria se comporta diante desses malditos como ovelhas no abatedouro.No brasil mais de 300.000 já foram imoladas no altar dessa ignomia.E ficam envergonhados,constrangidos?Claro que não!Já arquitetando recomeçar de onde foram obstruidos.Com impeto revigorado.Assim é!Assassinos ,todos!

Ana Célia Maia .

Obrigada, Prof. Percival Puggina, por nos ajudar a entender o que realmente se passa no Brasil e no mundo. Obrigada, por fortalecer nossa certeza de que estamos no caminho certo ao abominarmos o comunismo/socialismo/petismo/lulismo... e todo o mal que esses regimes satânicos trazem consigo.
1/1
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos do Puggina