Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Artigos do Puggina

Voltar para listagem

ESPALHAFATOSA DEFESA DA CRIMINALIDADE

por Percival Puggina. Artigo publicado em

 

 A gritaria da deputada Maria do Rosário, que pode ser assistida neste vídeo, impõe alguns comentários. Os adjetivos selecionados pela oradora visam a criar uma dicotomia, onde a perversidade está nos deputados favoráveis à redução da maioridade penal e a bondade nas "organizações sociais" que a ela se opõem. De onde saiu a ideia de que a defesa da sociedade, mediante a privação da liberdade dos criminosos, é um ato mau? A deputada acusa a comissão, também, de estar assumindo uma ideologia de classe que é, por definição, a ideologia dela mesma, como petista e ex-PCdoB. Por isso, fala como se a redução da maioridade penal visasse seleção por classe social. Foi Sua Excelência e não a comissão ou o projeto que quis pautar o assunto como conflito de classe.

 Tomada pela ira, sem pedir licença ao bom senso, afirma que "eles estão tentando aqui é colocar na prisão não os que matam, não os que cometem crimes bárbaros". Enorme esforço retórico para sair da sinuca de um discurso sem pé nem cabeça. Em sua exaltação cotidiana, sempre preocupada com os criminosos e desinteressada de suas vítimas, afirma, também, que o Código Penal não resolve o problema da criminalidade. Mas o Código Penal, deputada, não existe para isso. Ele existe para punir culpados, para reduzir a sedução da vida criminosa e para que o condenado, no dizer deles mesmos, "pague sua conta com a sociedade". O que a senhora deseja, a retificação da vida do criminoso, é uma das tarefa do sistema penitenciário e não do Código Penal. Aliás, para que o sistema (bem preparado para isso) faça o que a senhora pretende é necessário, primeiro, que o bandido seja preso. Precisarei desenhar?

 "Cinquenta mil presos a mais" não reduziram a insegurança social? E graças a qual estranho para-efeito isso virou motivo para que se desista de prender bandidos? Entende-se, assim, o motivo pelo qual o governo da deputada jogou a sociedade no atual nível de insegurança, sem vagas nos presídios, sem controle de fronteiras, desarmando os cidadãos de bem e se opondo à redução da maioridade penal, numa sequência de condutas que ofendem o bom senso. Quantos marmanjos de 16 anos merecem, de fato, ser tratados como inimputáveis, irresponsáveis e incapazes? A legislação penal já prevê a inimputabilidade dos que o forem, independentemente da idade! Chega a ser desrespeitoso tratar um marmanjo de 16 anos como se fosse criança, e criança pequena mal educada, incapaz de distinguir o certo do errado. A distorção da atual legislação está, visivelmente, ampliando aquilo que pretende evitar e desprotegendo aqueles que pretende resguardar. Por isso aumenta a criminalidade entre os jovens. E, não por acaso, são eles mesmos, as primeiras e principais vítimas da regra cega que a deputada se esforça em preservar.
  

Compartilhar

Comentários

Edison .

Essa senhora, como muitos do PT, é uma burguesa com discurso socialista !

Tadeu .

Os comentários são brilhantes... Maria do Rosário, de Safadezas, faço-lhe uma sugestão: rasteje, quem sabe você não se transformará num réptil, cujo veneno, ainda não tem cura.

FABIANE NOG .

O placar de derrota do voto facultativo na Câmara dos Deputados foi de 311 não e 134 sim. O Brasil não vai mudar nada se isso não for aprovado. Se tudo continuar como está essa megera continuara sendo eleita.

André Carvalho .

Não sei como consegui ler o texto até o final, pois tudo o que envolve essa extraORDINÁRIA deputada embrulha meu estômago. É a típica demagoga histérica. Engraçado é que, sempre que um debate esquenta e ela se vê em desvantagem nos argumentos, esconde-se atrás de sua condição de mulher, acusando o oponente de "agressor". Que tremenda vigarista política, por favor! Uma fanática, sem dúvida alguma. Mas há milhares de otários gaúchos - o povo mais politizado (sic) do país - que a reconduzem ao Congresso eleição após eleição.

Zaqueu .

Maria do Rosário, nada mais esdrúxulo porque, se de Maria não tem nada, muito menos tem de Rosário. A mulher destila raiva pelos poros. A grande pergunta é: como podem existir eleitores que ainda votam em uma figura tão grotesca? Se o Brasil vai mal de representantes políticos é porque vai muito pior de eleitores. Quem duvidar faça uma análise isenta e imparcial e chegará à conclusão mais batida e conhecida de todos: cada povo tem os políticos que escolhem, claro, e que merecem. O dia em que o eleitorado for politizado e conscientizado da importância do seu voto não ocorrerão aberrações.

Genaro Faria .

Sua Excelência é uma pessoa histérica, na acepção vulgar e por definição científica da expressão, o que por si só faz dela uma figura de destaque no cenário das esquerdas, um teatro do absurdo encenado por androides que nem Ionesco conceberia como personagens. O simples fato dessa criatura das trevas, defensora dos inimigos da sociedade, não importa a cor, credo, faixa etária ou classe social a que pertençam, ter em sua biografia um cargo de ministra de estado e o exercício de uma atividade parlamentar federal, é um sintoma do estado de morbidez e demência do qual padece o País. Que parece ter saído da História para entrar na Fábula. Lembra o que disse um Czar sobre o país que governava: Na Rússia, o impossível simplesmente acontece. Agora mesmo, numa reação profilática para afastar a ameaça anunciada pela citação do sagrado nome do demiurgo desse mundo cão até pelo herói decaído José Dirceu, o PT e seus coligados daqui e de além mar estão movendo céus e terra num lobby que convenceria os membros da comissão norueguesa do Prêmio Nobel, de que Lula merece a distinção mais alta da premiação. Querem porque querem que Lula seja contemplado com o Nobel da Paz. Impossível? Pois eu não duvido nada.

Odilon Rocha .

Caro Professor Honestamente, não pelo conteúdo, excepcional, mas creio não valer a pena sequer citar essa louca varrida e descompensada. Cérebro emborcado. Gostaria de vê-la "trabalhando" como 'Secretária dos Direitos dos Manos', dentro de uma penitenciária de alta periculosidade. Seria bem interessante. Só não sei se conseguiria desempenhar bem o seu papel atual. As regras lá dentro são outras. Bem outras. Abraço

Bartolomeu Dias .

Se o Estado não dá assistência aos jovens e só oferece prisão, a culpa deve ser atribuída ao partido que está no poder há 12 anos. Ou quem sabe esse paranoica quer culpar Dom Pedro 2º?

Gustavo Pereira dos Santos .

O Ricardo tem razão, me ajoelho e peço perdão: votei no Olivio Dutra pra governador e a besta quadrada foi eleita. Me arrependi, foi a 1ª e última vez que votei no PT. Um abraço, Gustavo.

Gustavo Pereira dos Santos .

Ninguém acredita na Maria do Ossário, ela explodiu o detetor de mentiras.

paulo de carvalho filho .

Puggina, não dá para assistir até o fim o ataque de histeria desta mulher, ela é maluca, deve usar camisa de força, e o pior é que, é com esse discurso que ela se elegeu. Eu gostaria de saber quem são os eleitores da deputada! Será que os familiares e a bandidagem que ela tanto defende sabem quem é Maria do Rosário? Ou será que existem milhares de eleitores tão idiotas e que ainda caem nessa conversa mole de bandidos "vítimas da sociedade", ou que "serão os negros pobres dimenor quem irão para a cadeia"? O fato é que esses criminosos devem saber que existirá punição para os seus atos, e de preferência que esse lixo apodreça na cadeia, ressocialização é o escambau! A vida aqui fora já está difícil até para quem gosta de trabalhar, e esses vagabundos devem é ficar na jaula mesmo!

José Geraldo Fajardo .

É impressionante o desserviço à sociedade que esta pessoa na condição de Deputada Federal presta ao país. Realmente ela possui uma visão patológica, anti-natural, perversa e cruel da vida e seu mecanismo de funcionamento.

eliana dos santos pires .

Diante de tantos discursos ficou a dúvida? Qual a base para ás afirmações da deputada. O assunto da diminuição da maioridade penal, como outros, tem base estatística? Ou é só achismo. Ou "sentimento". Criar leis tendo como base os sentimentos cria um país esquizofrênico.

Ismael Façanha .

Diante desse episódio da dep. Rosário, tenho a nítida impressão de que os nossos homens públicos desaprenderam a raciocinar, se é que alguma vez foram capazes de raciocínio lógico. PRIMO: ignoram que o delinquente vive numa micro sociedade de infratores habituais, cujo prolongamento está hospedado nos presídios; vale dizer, os malfeitores estão sempre mergulhados na bandidagem! É o seu meio, o seu mundo! Os detentos não vão se corromper dentro dos presídios, JÁ ENTRAM LÁ CORROMPIDOS! SECUNDO: sendo o Estado incapaz de ampliar e aperfeiçoar os presídios, os legisladores federais tratam de esvaziá-los com leis de leniência, tipo a lei de Execução Penal, a lei 9099/95 dos crimes de menor potencial ofensivo etc. E os cidadãos pagam isso com o seu próprio sangue! TERTIUS: os corruptos e subversivos atualmente no poder, colocam os bandidos como vítimas pobres de uma sociedade opressora e rica, invertendo os papéis vítima/bandido. Como se os corruptos do PT não fossem membros da burguesia! Tudo fazem, tudo dizem, para confundir e esculhambar a sociedade natural, que pretendem destruir para impor a sua "sociedade socialista", onde serão os amos e os senhores. Por enquanto se "limitam" a furtar para financiar esse seu "projeto de poder totalitário". Maria do Rosário só conseguiu se reeleger, graças à farsa do ASSASSINATO DE JANGO...Duvido muito que tenha chances de se reeleger, salvo nova pantomima...

RICARDO MORIYA SOARES .

Quem votou nessa energúmena deveria ser responsabilizado pelos mais de 50 mil assassinatos anuais - deveriam sim senhor! Quem votou no PT, nem que tenha sido apenas uma vez, deveria pedir perdão de joelhos pela contribuição dada à destruição do Brasil. Enquanto esses milhões de brasileiros não pedirem perdão sincero pela sua malícia descabida, o país andará para trás continuamente.
1/2
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos do Puggina