Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Artigos do Puggina

Voltar para listagem

MARINA E DILMA SÃO BRAÇOS DO MESMO CORPO

por Percival Puggina. Artigo publicado em

 

 Como cidadão que acompanha o movimento na esquina desta eleição, permitam-me enviar um conselho ao candidato Aécio Neves. Meu caro Aécio, ou você faz como era usual na minha Santana do Livramento dos anos 50 e dá um risco com o pé no chão, estabelecendo os limites do seu campo político, definindo qual é o seu lado e o que ele significa, ou vai beber água suja nessa eleição. O senhor enfrenta neste pleito duas adversárias com posições radicais e elas não podem ser enfrentadas com luvas de pelica e punhos de renda, como já disse alguém.

O programa de governo assumido por dona Marina Silva tratou de deixar claro que também é favorável à ideia contida no "decreto dos sovietes", ou seja, que irá amarrar as decisões políticas e a gestão pública aos pareceres dos movimentos sociais. Alguns se surpreenderam com isso. No entanto, a candidata do PSB entrou na disputa riscando o chão, explicitando o seu quadrado. E por isso, crescendo. O PSDB de Aécio Neves tem, no próprio programa que é favorável ao parlamentarismo, muito mais a dizer sobre mudanças institucionais. Tem muito maior contribuição a oferecer para sustar a marcha da democracia brasileira para os braços de um projeto totalitário.

Ao assumir compromisso programático com os conselhos populares, assim como ao negar contato com o PSDB em São Paulo, Marina Silva deixa claro que ela e Dilma têm um inimigo comum. Ou seja, têm um inimigo que está acima das atuais diferenças de projeto político. Por quê? Porque ambas vão na mesma direção. Ou esquecemos o jogo pesado de Dilma para implantar o seu projeto de Código Florestal? O verde de Marina e de Dilma é vermelho por dentro.

A democracia popular, que está na base filosófica do projeto dos sovietes, se distingue da "democracia burguesa" ou liberal, deu nome a várias repúblicas comunistas da Ásia e do Leste Europeu antes do desfazimento da URSS. A partir da observação histórica, democracia popular sempre equivaleu a "ditadura do proletariado". E ditadura do proletariado sempre foi pura e refinada ditadura das elites partidárias.

Não há, portanto, ilusões com as quais nos iludirmos. Marina e Dilma são galhos da mesma árvore, braços do mesmo corpo político. E se Aécio Neves persistir na conversa mole do melhorar o que está bem, ainda que acresça um "mudar o que está mal", verá o imenso contingente de eleitores liberais e conservadores bandearem-se em desalento para um dentre dois males. Se é que isso já não aconteceu.
 

_____________
* Percival Puggina (69) é arquiteto, empresário, escritor, titular do site www.puggina.org, colunista de Zero Hora e de dezenas de jornais e sites no país, autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia e Pombas e Gaviões, membro do grupo Pensar+.
  

Compartilhar

Comentários

Robson Nunes da Silva .

Como já dizia o saudoso Enéas, "PT, PSDB... é falsa a briga entre eles (...)". O único mérito do PSDB talvez seja o fato de não assinar as atas do Foro de São Paulo. No mais, o Aécio candidato, é uma moça de cidadezinha mineira de interior que faz a linha "bom partido": polido, comedido, discretamente engraçado (às vezes), benevolente com os adversários, uma figura insossa, tipo "tô nem aí". Quem puder, aceite um conselho: compre passagem só de ida. Até para o Paraguai está valendo. Aos que, como eu, ficarem, só tenho a dizer: "Meus pêsames!"

glacemara de marchi .

Leia isso Fernando de Marchi Barbosa

Gerson .

Os fracos e os da quinta-coluna dizem que a "educação" de Aécio Neves é o freio dos seus ímpetos e que derrubaria na lona em meio minuto o seu adversário "concorrente". Papo furado, conversa mole, mimimi de lavadeiras. -Não se entra numa guerra sem a vontade de liquidar o mais rápidamente possível o seu oponente, cortar-lhe a cabeça e pendura-la triunfantemente no portal de seu castelo para todos verem. Mas Aécio faz tipinho de rapazola que quer se dar bem com todo mundo e vai se dar muito mal por isso! Marina é mil vezes mais esperta que o garoto de BH e vai-lhe cortar os bagos com uma só tesourada!

Leonardo X .

Concordo com a sua análise, prezado Puggina, ipsis litteris. Mas receio que o candidato destinatário do seu conselho não esteja em condição de atendê-lo. Não que ele seja surdo ao apelo. É que ele está obrigado - assim me parece - a seguir o roteiro previsto pelo PSDB, que difere do PT quanto ao estilo, o cronograma de execução da empreitada e o percurso, mas de idêntico objetivo. O PSDB, nosso partido menchevique, cumpriria a sua etapa com incensurável competência, mas teve o cronograma atropelado pelo açodado PT. Partido este, bolchevique, cujos quadros dirigentes quase puseram a perder todo o projeto, o que ainda pode vir a acontecer se Deus tiver piedade de nós. Mas não há territórios demarcáveis entre eles. Ambos jogam do mesmo lado do campo, apenas vestindo uniformes diferentes. E nós, a imensa maioria do povo brasileiro, estamos do outro lado, sem ninguém que defenda o nosso gol. Foi assim também na Rússia, na Alemanha, na Itália, no Japão, onde as minorias radicais fizeram a agenda. Assim como em Cuba, na Venezuela, na Argentina, onde as respectivas maiorias também foram irrelevantes. Só nas verdadeiras democracias estas - as maiorias que jamais são extremistas - são relevantes.

Dante Ignacchitti .

Puggina resumiu claramente (como sempre) a ópera bufa em que se transformou o embate político; na realidade, quem riscou o chão foi mesmo o candidato Everaldo: é a favor da privatização total das empresas públicas, da família normal, da reformulação geral da estrutura legal criminal-judicial-penal e carcerária no país, veio de baixo e não virou comunista ou bandido por causa disso. Basta ler o programa do PSB, que visa claramente implantar do "socialismo" (leia-se comunismo) no Brasil. Sendo de esquerda, o (a) próximo(a) presidente vai repetir o papel de Jango: levar o Brasil ao caos, acabar de lançar uma classe contra a outra e arrastar essa república de mentirinha ao abismo. Preparem-se.

Tereza Thompson .

O senhor tem toda razao Professor Puggina, tambem ja tenho recomendado tanto ao Aecio Neves que mude a postura pois essa maneira de agir ja foi utilizada em outras campanhas e com efeitos catastroficos. O PT ja venceu tres eleicoes so batendo duro no adversario e eles nao aprendem e querem se passar por educados, bons mocos, etc e tal. Tem sim que mostrar os podres e nunca se desculpar dos seus proprios atos que sao constantemente criticados e bem pelos canalhas do poder. Sabe Professor , com tantas fraudes eleitorais do PT e com tanto para criticar , tantos escandalos e erros brutais nas atitudes desses que ate eu seria capaz de ganhar de Dil-ma facilmente. Tem que encarar esses bandidos mesmo pois e o que eles sao. Sao Decretos soviets, doacoes proibidas de divulgar, corrupcao, corrupcao a cada hora e o adversario fica impassivel como se isso na lhe dissesse respeito? Assim nao da mesmo para aceitar!

Priscila Garcia .

Concordo plenamente, é claro. Com a preocupação de "não bater de frente com ninguém", o candidato Aécio vai bater de frente é com ele mesmo. Com a 'máxima elegância', talvez - mas estropiando definitivamente a sua candidatura... Se há quem veja isso como "bom negócio", paciência... Abraço, Percival, e parabéns pelo artigo!

Aragão .

Seu artigo está certíssimo. Se Aécio continuar com esse discurso mole vai tomar surra e feia. Se ele quiser ir para o segundo turno precisa ouvir o povo que está sendo massacrado pela violência e pela falta de saúde. São essas duas bandeiras que o povo conhece muito bem na pele. O pastor se saiu muito bem sobre a segurança pública no debate da Band, melhor que o Aécio. Aécio está muito deligado, muito bonitinho para querer ganhar eleição.

Odilon Rocha .

Prezado Puggina Acabei de comentar em outro blog o seguinte: Primeiro, e desde há muito, onde a "oposição"? Segundo, quando acordaram, se é que acordaram - nos dois sentidos - resolveram , não mais do que de repente, coisa típica do Brasil varonil, pois ninguém sabia que haveria eleição!, lançar o Aécio, um esquerdista liberal (pode? No Brasil pode!). A coisa veio muito tarde, em cima do laço, como já disse acima. Soluções de última hora quem já testou sabe que acaba não dando muito certo. Ainda funcione, é gambiarra! O Aécio, para começar a se fazer conhecido, vinha escrevendo uns artigos melosos, às vezes melodiosos, outros muito aquém de quem queria botar para quebrar. Ou está a fim ou não! E eu, só criticando: "Tá muito bonzinho e não fala o que deve!". A realidade é que estamos num beco, com uma única saída: o senador Aécio, o menos pior. Melhor uma gambiarra jeitosa, que pode se transformar em algo mais sólido, por meio de aperfeiçoamentos, do que o restante dos candidatos que nada de bom, e até mesmo perigoso!, tem a oferecer. Não tenho qualquer tipo de preconceito religioso, mas bancar o liberal na última hora, soando como se fosse uma grande descoberta da ciência, não é prudente. Transformações íntimas de última hora não passam uma boa imagem, quiça mensagem. Liberal, na acepção social, política e econômica é uma conquista pessoal. É conduta rotineira. Para não ficar parecendo que estou exagerando, responda aí!, quem foi que testou o liberalismo por aqui e quando?

André Carvalho .

Puggina, querendo dar conselhos a Aécio? Os resultados na carreira política de cada um mostram quem pode dar conselhos a quem. Aécio pode ter muitos defeitos, mas sua elegância no embate político não está entre eles, muito pelo contrário. E se ele não consegue "riscar o chão", há quem o consiga: o pastor Everaldo, do PSC. Esse tem uma agenda que certamente agrada ao colunista, e é o que tem as posições mais firmes e claras nesta campanha até o momento. "Riscou o chão", sem dúvida. Mas o colunista o ignora. Por quê? Preconceito religioso? É bem possível.

Michel .

De duas coisas, uma. Até podendo se basear numa Marina "metamorfose ambulante" (fora comunista, católica, hoje crente, etc), a própria acriana tem de ver que somente pelo diálogo e financiamento do capital produtivo (agronegócio e demais) há a probabilidade de tudo funcionar. O jogo ainda está começando. A candidata foi duas vezes à mídia para pedir intermédio à agroindústria. Quatro anos atrás ela não estava assim; exemplos? Não esqueço como hoje, no programa Canal Livre da Band, onde fazia restrições severas de dinheiro da campanha. Bunge e Monsanto foram empresas severamente criticadas.

luiz carlos gonçalves .

Sr. Puggina, gostaria de ve-lo fazendo o mesmo comentário à respeito do Aécio Neves, como fez com Marina Silva, pois ele torna-se faccioso e pessoal, então descortine também a vida de Aécio Neves. Quem é este rapaz, além de neto de um outro suspeito (que se tornou mártir ao morrer?), ou, estou equivocado? Mostre as estradas de Minas e a miséria existente no seu (o dele) em todos os níveis. E, não sou partidário de Marina Silva e Muito menos do Pt, Maqs, O Aécio para mim é no mínimo suspeito. Mas para um conservador e liberal (liberal em que sentido)? Seria de liberdades? grato luiz carlos gonçalves

luiz carlos gonçalves .

Sr. Puggina, gostaria de ve-lo fazendo o mesmo comentário à respeito do Aécio Neves, como fez com Marina Silva, pois ele torna-se faccioso e pessoal, então descortine também a vida de Aécio Neves. Quem é este rapaz, além de neto de um outro suspeito (que se tornou mártir ao morrer?), ou, estou equivocado? Mostre as estradas de Minas e a miséria existente no seu (o dele) em todos os níveis. E, não sou partidário de Marina Silva e Muito menos do Pt, Maqs, O Aécio para mim é no mínimo suspeito. Mas para um conservador e liberal (liberal em que sentido)? Seria de liberdades? grato luiz carlos gonçalves

Carlos Caldas .

Para mim está claro também que Marina é um engodo talvez até maior que Dilma, mas, acho que vai ser difícil explicar isso para o povão. Como explicar os conselhos populares para um eleitor que o máximo que alcança são os cem contos do Bolsa Esmola? Ainda que se explique para o eleitor, qual a garantia de que ele vote em um candidato que não conhece? No momento, penso que o Aécio está na única linha eleitoral que cabe a ele: tentar ficar conhecido. Se isso acontecer acredito que ele tem chances reais de ir para o segundo turno. Não me perguntem contra quem. Todos estão acreditando que Dilma está garantida. Será mesmo? Na minha opinião, a sucessora de Lula nunca deixou de cair nas pesquisas...

Jonatas Michels Ilha .

Ele deve se posicionar como o único conservador, e da agricultura. E demonstrar bem estas diferenças!
1/2
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos do Puggina