Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Artigos do Puggina

Voltar para listagem

NADA ESTÁ RESOLVIDO, AINDA

por Percival Puggina. Artigo publicado em


 Nada está resolvido, exceto uma primeira lição aos arrogantes, aos que se julgam tutores da sociedade, pretendendo conduzi-la sob cabresto, como boiada, para as mangueiras de sua hegemonia e do totalitarismo que a acompanha.

Nada está resolvido, exceto que foi uma ilusão petista a ideia de que poderiam fazer no país o que bem entendessem. A sociedade, de modo bem consistente, deu muito mais votos à oposição do que ao governo, refletindo o que já se respirava nas ruas, oxigenando a consciência política nacional.

Ficou muito claro na voz das urnas que o governo petista, sob o ponto de vista eleitoral, só tem, como dividendos a receber, os lucros do coronelismo de Estado. O assistencialismo, elevado pelo PT à categoria das maiores realizações humanas, mantém a submissão dos carentes no ponto de calda para adoçar a vida do partido nas disputas eleitorais. E nada para elevar essa multidão a um patamar de dignidade superior.

Para o PT, estratégia eleitoral é a síntese da ação de governo. Em nome disso, tudo pode ser sacrificado, inclusive os cuidados com a estabilidade da moeda, com a moderação nos gastos públicos, com o desenvolvimento da economia segundo vetores sustentáveis. Para o PT, em já longa história recheada de exemplos, sempre valeu mais a versão do que o fato. Não é o discurso que deve convencer por sua consistência e congruência com a realidade, mas a repetição da versão com a intensidade necessária para obscurecer tudo mais.

Vem aí um segundo e definitivo turno. A nova rodada de embates, desta feita, será vis-à-vis. Tempos iguais. Olho no olho. A desproporção dos tempos de TV no primeiro turno serviu muito e bem à estratégia do PT. Em números redondos, para cada ataque de Marina a Dilma, Dilma contra-atacava sete vezes. A cada ataque de Aécio a Dilma, a presidente contra-atacava três vezes. Agora isso acabou. Retiram-se do cenário aqueles candidatos que, exceto por Marina Silva, ali só estavam buscando promoção a baixo custo. Mas ambos, Aécio e Dilma, terão por estratégia a sedução dos eleitores da acreana. Eles definirão o futuro quadriênio presidencial brasileiro. A própria Marina, preservando o compromisso de Eduardo Campos, já deixou claro que estará na oposição, trincheira que ocupou e do qual foi deslocada pela obstinada carga de cavalaria petista tão logo demonstrou que vinha para competir.

Os próximos dias serão dias para não mais esquecermos.

_____________
* Percival Puggina (69), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de Zero Hora e de dezenas de jornais e sites no país, autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia e Pombas e Gaviões, integrante do grupo Pensar+.
 

Compartilhar

Comentários

Pedro D. Fattori .

Sábias colocações. Pena que os que mais precisam delas vivam à margem da informação e da verdade. Para mim o dia que o barba faltar esse partido acaba, some, pulverizado pelo posta restante de interesseiros, incompetentes e medíocres, que foram guerrilheiros contra a ditadura, absorveram esse tipo de comportamento, passando então a usar como arma a guerrilha verbal para difamar, acusar, mentir e corromper...

jolao alberto piaszesnski .

acho ao meu ver que na hora do Brasileiro ver o erros cometidos.,pelo Pt a corrupção ,o mensalão a susatenção de vagabundos com o bolsa família que muitos deles não precisam mas se escorram nweste valos criando vagabundos quando Joaquim Barbosa começou a por os pin gos nos is tev e de se aposentar , por que será e o chefe geral do mensalão não sabia de nada eles nunca sabem de nada e com isto tem que haver uma mudança para um governo justo e honesto com todos e não pensando no bolso sos seus companheiros sempre.....sempre soube PT e um partido rico por que? fica a pergunta e tenho dito......

André Carvalho .

Não concordo com o colunista quanto à opinião de que os demais candidatos estavam apenas buscando promoção a baixo custo. Concorde-se ou não com sua ideologia, partidos como PSoL e PV apresentaram propostas com seriedade, assim como o PSC, talvez o mais claro de todos nesta campanha.

Seila Cyrne Bini .

Momento histórico... "O começo do FIM"...

marco .

"A investida pró-pedofilia da esquerda" http://www.midiasemmascara.org/artigos/movimento-revolucionario/15478-2014-10-07-14-20-05.html

Ivan .

QUE DEUS NOS LIVRE DO PT PARA O BEM DA NAÇÃO!!!

Renato Costamilan Liska .

Lembra do Lula falando na primeira eleição ganha por ele: "a esperança venceu o medo". Agora, o bordão petista inverte-se: "o medo terá de ganhar da esperança" para que Dilma vença. Nunca antes... Grande abraço do passo-fundense que sempre te lê.

Nehemias Cardoso Rubim .

Lúcido , bem articulado e ponderado. Agora chegou a hora. Precisamos melhorar nosso país.

Odilon Rocha .

Prezado Percival Citando uma frase do Hino Nacional, "Deitado eternamente em berço esplêndido", primeira frase da segunta parte, sabemos bem que essa não tem o significado de indolência e preguiça, mas pode representar simbolicamente o que fazemos - e temos feito - da nossa casa. Infelizmente, como colocaste, o descaso em 'elevar essa multidão a um patamar de dignidade superior' (sic), não é de hoje. A nossa história, ora abundante, ora menos, tem sido uma "tetacracia", no sentido vacum mesmo. E as ideologias socialistas/comunistas, sem sombra de dúvida, são mestras nesse mister. E por razões óbvias. Uma boiada de bezerros! Enfim, voltando ao Hino e diante dos acontecimentos, seria lícito afirmar que começamos a colocar o pé fora da cama?

João Emiliano Marttins Neto .

Marina Silva vai querer impor o lixo de programa de governo dela socialista-ambientalóide para uma aliança com Aécio Neves. A antiga ministra do meio ambiente do governo Lula foi uma trapalhona no diálogo com o agronegócio e as madeireiras que sustentam este país, espero que não queira impor a mesma agenda absurda a Aécio, nesse segundo turno, e em um eventual governo Aécio Neves.
1/1
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos do Puggina