Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Artigos do Puggina

Voltar para listagem

O QUE FOI ISSO, JANAÍNA?

por Percival Puggina. Artigo publicado em

 

 Estamos vivendo, no Brasil, um impasse do tipo clássico, previamente programado e configurado no modelo institucional que adotamos. Brigas de crianças se resolvem com mais facilidade do que a rinha entre cavalheiros. O governo quer algo; o Parlamento diz não; e nada acontece, seja no governo, seja no Parlamento.

Essa é uma das muitas disfunções e irracionalidades inerentes ao nosso modelo institucional e ao modo como vemos e fazemos democracia, temas sobre os quais muito já tenho escrito.

O atual confronto de opiniões tem tudo a ver com isso. As eleições de outubro do ano passado refletiram a indignação da maioria dos cidadãos com as consequências de vícios institucionais que impulsionam condutas criminosas ou de moralidade imprópria. Multidões foram às ruas e muitos mandatos foram cassados pelo voto soberano do eleitor. No entanto, os males do modelo persistem e, como não poderia deixar de ser, continuam produzindo consequências.

A sociedade se sentiu frustrada e ameaçada ao ver o Presidente chantageado por congressistas que explicitavam seu desejo de estabelecer “negociações” cuja consequência seria o retorno ao velho regime e a vitória dos derrotados nas urnas. Se os projetos são de elevado interesse nacional, como justificar moralmente que uma oposição inicial seja revertida mediante favores políticos concedidos pela BIC presidencial?

É óbvio que congressistas podem divergir do Presidente. O poder lhes é dado para isso. O que esse poder não pode e a sociedade não mais admite é que as mesmas convicções mudem se o governo distribuir cargos, espaços de influência ou atender “interesses” municipais ou regionais. É tão evidente o desvio ético dessa conduta que explicações se tornam supérfluas. Para tais práticas, que acabam em delação premiada, o eleitor disse sonoro não nos pleitos do último mês de outubro.

Recentemente, a professora e deputada estadual paulista Janaína Paschoal saiu em defesa do Congresso Nacional, disparando repreensões à mobilização prevista para o dia 26 de maio e acusando o Presidente de imobilismo. Segundo ela, negociações são inerentes à vida dos parlamentos e não há qualquer mal no fato de um parlamentar atender interesses de suas próprias bases. Horas depois, ela mesma desistiu de negociar e de formar opinião dentro de seu partido e rompeu com a bancada.

Quem tão bem lutou contra a corrupção durante o processo de Impeachment, como Janaína Paschoal, formando nesse embate e em cima dos carros de som suas bases eleitorais, surpreende ao atenuar, aparentemente ao menos, a rotina da formação de maiorias parlamentares. De fato, o que ela chama de imobilismo tem solução expedita. Basta seguir a velha receita. Mas aí estaríamos nos curvando ao modelo político ficha suja que tem regido as relações entre os governos e o Congresso Nacional, com apoio do establishment partidário. Bem preferível seria se suficiente maioria do Congresso entendesse e se posicionasse em conformidade com o bem do país.

Com menos de cinco meses de mandato, as raposas de ofício já falam em impeachment de Bolsonaro. Negar à opinião pública o direito de se manifestar a respeito, de apoiar o Presidente que vem sendo responsabilizado pelas dificuldades que enfrenta no Congresso, é abonar o modelo corrupto e corruptor. É fragilizar a coragem moral que, teimosamente, insiste em ter voz nas ruas.


_______________________________
* Percival Puggina (74), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A Tomada do Brasil. Integrante do grupo Pensar+.

 

Compartilhar

Comentários

Neemias Félix .

Como srmpre, um excelente e apropriado texto.

João Carlos Biagini .

Acho interessantes os comentários de jornalistas que lemos: a manifestação não adiantará nada; não é momento; vai prejudicar o presidente; foi uma derrota do Bolsonaro, etc... O povo pode e deve se manifestar sempre que entender necessário. O simples anúncio da manifestação fez a Câmara aprovar, a toque de caixa, a reforma administrativa. Parece que os jornalistas e os congressistas jamais entenderão que sempre é o povo que está na mira, o prejudicado, sempre que ficam nessas absurdas "birras". Eles não legislam para o presidente ou contra o presidente. O fazem contra ou a favor do povo. Por enquanto, sempre estão contra e só as manifestações os fazem mudar de ideia.

Irineu Berestinas .

Dra. Janaína de duas uma: ou está sempre em busca da ribalta e holofotes ou pretende conquistar o prêmio Nobel da ingenuidade...

Dirceu Guerra .

Diante dos fatos, negá-los mostra que tipo de negador temos pela frente. Qualquer pessoa que atue como um camaleão, não merece nosso respeito. Ninguém em momento algum pode negar a coerência do Bolsonaro com seus ideais e seu compromisso com o país. Quem o elegeu o fez exatamente por isso. Para os camaleões isso não é bom. E o que não é bom para eles é ótimo ao Brasil e brasileiros. Deputados, senadores e vereadores, com pouca excessão são mercadores sim. Não estão lá para legislar e sim para obter vantagens de que tipo for. Uma escória. Até os novos estão entrando no esquema. Alí fica claro aquele ditado que uma maçã podre estraga uma cesta de macãs boas. E nesse congresso como tem maçã podre.

Luiz .

Confesso que estou mais do que decepcionado com o Bolsonaro. Ele foi uma opção na qual nunca pensei em votar. Um deputado do baixíssimo clero que nunca se sobressaiu por algo que eu considerasse positivo. Numa situação especial o sujeito se destacou. Votei nele!!! Sem remorço, considerando os adversários. O sujeito é empossado com uma baita popularidade, tem chances de fazer muitas mudanças e se vê refém de um filho idiota que posta um sem numero de bobagens no Twitter do presidente. Estou fora... fuiiii...

Odilon Rocha .

Caro Professor A senhora Janaína, papel bem cumprido no impeachment da Dilma, já não é mais, por livre arbítrio, heroína. Queimou o seu arquivo na recente História do Brasil. I'm sorry.

Antonio Fallavena .

A agora deputada Janaína se equivocou, pisou na bola como dizia Collares. Não precisava defender Bolsonaro, mas defender os princípios que a maioria dos brasileiros elegeu, sim! É verde e terá de tempo de amadurecer e entender que em algumas oportunidades derrotas são necessárias. Quando as vitórias vierem serão mais sólidas e justas. É assim mesmo. Poucas são as pessoas que se preparam para suas missões. Um dia, quem sabe, ela entenderá que sua decisão foi um equívoco. Esperemos que não seja tarde. Um fraterno abraço ao amigo e mestre Puggina. Fallavena

João Guilherme Maia .

A SITUAÇÃO DO PRESIDENTE JAIR BOLSONARO ESTÁ SE COMPLICANDO CADA VEZ MAIS, O CERCO ESTÁ SE FORMANDO PARA DERRUBÁ-LO. A situação do presidente Jair Bolsonaro a cada dia está mais complicada. Além do CENTRÃO e da oposição no Congresso Nacional, complicando a sua vida, principalmente atrapalhando os seus projetos, dente eles o mais importante que é a Reforma da Previdência Social. Agora nós temos a imprensa suja que está atacando ele ferrenhamente. Eu não assisto o programa do Pedro Bial na GloboLixo, por sinal a única coisa que assisto na Globolixo é o jornal Nacional e os programas de esportes, principalmente o futebol. Mas ontem eu assisti ao famigerado programa de Bial porque ele convidou, o Japa traíra, o Kim Kataguiri (DEM-SP), aquele que falou aquelas baboseiras do presidente Jair Bolsonaro, interessante que o Bolsonaro ajudou ele a ser eleito deputado Federal, mas como ele levou uma lavagem Cerebral, mudou de repente de opinião sobre o presidente Jair Bolsonaro, mas ontem no programa da Globolixo, deu para entender o motivo da mudança repentina de opinião sobre o presidente Jair Bolsonaro. Também esteve presente a deputada jovem Federal, Tabata Amaral (PDT-SP) e também outro deputado jovem Federal Felipe Rigone (PSB-ES), ele tem deficiência visual e é sego das duas vistas, dos três ele foi o único que reconheceu valores no governo do presidente Jair Bolsonaro, os outros dois, só fizeram criticar o governo do presidente Jair Bolsonaro. É por isso que falo que a situação do presidente Jair Bolsonaro está complicada com o CENTRÃO e a oposição no Congresso Nacional querendo derrubá-lo e a imprensa suja, dentre elas a Globolixo. É por isso, que amanha o brasileiro que não quer ver o Brasil se transformar num país comunista, tem de ir para as ruas Brasil afora e mostrar que continua dando todo o apoio ao presidente Jair Bolsonaro, como lhe foi dado na sua campanha da eleição, que o elegeu presidente do Brasil. Uma das mentiras que eles falaram sobre o presidente Jair Bolsona é que ele não tem projeto nenhum de desenvolvimento para o Brasil, o que é maior mentira, se foi o que ele mais falou na sua campanha foi sobre o desenvolvimento do Brasil e investimento, que é para trazer o Brasil para os trilhos de desenvolvimentos e crescimento econômico, inclusive ele tem projetos de incentivos fiscais para atrair investidores estrangeiros que se afastaram do Brasil, devido os desgovernos do governo do PT. Em fim eles falaram um monte de baboseiras que não vale apenas repetir que é perca de tempo. Por isso, repito mais uma vez o que devemos fazer é ir amanhã para ruas Brasil afora e mostras para esses corruptos e comunistas que o Brasil, nunca mais voltará ter um governo comunista e corruPTo.

Dalton Catunda Rocha .

Eu nasci em 1970 e, sou engenheiro agrônomo desempregado. Neste tempo todo, eu vi caírem de podres, vários regimes ou esquemas de poder. Regime Militar, Sarney, Collor, FHC e PT. Todos caíram basicamente, pelos mesmos motivos: 1- Colocaram os juros e o desemprego lá em cima. Ao mesmo tempo, colocaram o crescimento e o desenvolvimento lá embaixo. 2- Colocaram os interesses da especulação e da corrupção, acima dos interesses do povo brasileiro. Tanto faz, a fachada. Tanto faz se sob o general-presidente Figueiredo ou da ex-terrorista marxista Dilma. Estas duas pessoas, fizeram uma crise econômica e os interesses da especulação e da corrupção. Isto foi uma regra seguida por todos os governos de 1980 até hoje, 2019. Tanto o Regime Militar, como Collor, como o PT, apenas cavaram suas próprias sepulturas políticas, fazendo estas coisas. Dilma, FHCannabis, Figueiredo, etc. tinham fachadas diferentes, mas fizeram a mesma crise econômica, ao povo brasileiro. Quem acabou com Regime Militar foi, a recessão do general Figueiredo. E quem tirou o PT do poder foi a recessão da petista Dilma. Aí está, mais um governante, para o Brasil. O Bolsonaro. Se ele seguir estes dois passos acima, Bolsonaro estará cavando sua própria sepultura política também.

ariel s peres .

PUGGINA; ler um artigo desse quilate satisfaz a alma e o coração; parece-me estar diante daquele ancião dos sobreviventes TROGLODITAS aqueles que se guiavam pelas VIRTUDES - Carta Persas, recusando-se a referendar pleito de que eles tivessem um REI!

Carlos Roberto Trannin .

Parabéns Puggina. Gosto muito de Janaína, não estou entendendo suas recentes posições e comentários dela que tenho lido. Não sei o que aconteceu.

adilson .

É que sempre acreditamos mais no ouvido do que na visão!Esse posicionamento dela só é surpresa para quem não observou e prestou atenção.Logo que se iniciaram as manifestações e surgiu o mbl e o vem prá rua eu vi manifestações de fhc dizendo que eles não podiam ser cooptados e instrumentalizados,que isso era perigoso.Na sequência entraram em campo reinaldo azevedo,aluysio nunes ferreira.Eles se anteciparam ou criaram,não tenho como afirmar.O impichamento,carvalhosa,bicudo e janaina,alguma dúvida quanto ao posicionamento ideológico?Não prá mim!Lembram se dela se desculpando com a dilma?Nada sei dessa senhora,aceito seus posicionamentos,respeito uns outros não!Mas é claro que desde o inicio foi só a esquerda ,pega abaixo da linha d'agua no casco,sacrificou a dilma,esperava ter elegido um alkmim da vida e continuar dai.Foi frustrada pela eleição improvável de JB,e agora com congresso,senado,stf ,tv,jornais,forçar saida dele e colocar outro que retorne a situação anterior.Por esse prisma,janaina não me surpeende!

Joel Robinson .

Caro Pugina se você ler toda a declaração da Janaína, que foi distorcida, vera´que ela fala umas verdades. Uma afirmação que eu concordo é que com toda a confusão do Bolsonaro e seus filhos e alguns, estão engordando o porco ( petralhas) e a mídia amiga (do PT). O foco são os calhordas do Congresso e a gora O STF legislando e dando uma de executivo. Best regards Joel Robinson

Maria Helena .

Janaína Paschoal "Maria Louca".

José Nei de Lima .

O velho vício político Brasileiro, está voltando o velho toma lá e dá cá, fica muito difícil fazer uma verdadeira faxina, em todos os parlamentares não aceita mudanças para que o país, na última o povo acreditava na mudança mas é muito difícil se não houver uma mudança de mentalidade para um Brasil, para aqueles esperam por transformações em todos sentidos, mas vamos ficar atentos principalmente aqueles que foram eleitos com o discurso de mudança, eles que fazem parte do governo. Bom fim de semana meu amigo um grande abraço.
1/2
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos do Puggina