Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Artigos do Puggina

Voltar para listagem

OS DE “PENSIERO DEBOLE” E OS DE MIOLO MOLE

por Percival Puggina. Artigo publicado em

 

 O relativismo moral é um dos grandes males nascidos no século passado. Graças a ele nada mais é errado nem falso. Tudo é uma questão de ponto de vista e circunstância. Na vida social e na política isso faz um estrago danado. No século passado, pensadores italianos criaram a expressão pensiero debole (pensamento fraco, débil). Ele se opõe ao pensiero forte, correspondente à tradição filosófica clássica que reconhece o absoluto, perante o qual existe o bem e o mal e o verdadeiro se distingue do falso. O relativismo e o pensamento fraco levam ao seguinte paradoxo: tudo é relativo exceto Sua Excelência, o Relativismo, admitido como o único absoluto permitido...

 Pois bem, tão logo iniciou a campanha do segundo turno, o PT abriu o açougue apelando para o assassinato de reputações e para a ainda mais velha e velhaca maledicência. Três dias depois, ao menor revide do adversário, o PT partiu para acusá-lo de fazer exatamente aquilo que a candidata e seu partido estavam fazendo contra ele. Surpreso, leitor? Aonde, raios, poderia ir a coerência quando a moral já escorreu para a caixa de coleta das águas servidas? O pensamento fraco e a ética de conveniência articulam-se exclusivamente em conformidade com os fins desejados. O fato que descrevi é apenas mais uma surrada aplicação da máxima atribuída a Lênin: “Chame-os do que você é, acuse-os do que você faz”.

Tem mais. Quando Paulo Roberto Costa, na denúncia premiada, relatou que o falecido senador tucano Sérgio Guerra recebera propina de R$ 10 milhões para encerrar uma CPI da Petrobras em 2009, o PT alvoroçou-se. Estava ali, segundo o pensamento fraco petista, tudo que precisava para compensar, um pouco, o dano causado pela mina de escândalos em que, sob seu comando, se converteu a maior empresa estatal brasileira. No entanto, qualquer pessoa que não tenha miolo mole percebe que ao reconhecer como verídico esse específico crime atribuído ao falecido senador, o PT está admitindo publicamente que ele mesmo, de corpo inteiro, agiu na outra ponta desse mesmo crime, pagando propina ao tucano. Que um partido faça isso e o confesse sem pejo, é pensamento fraco, é relativismo moral. Que a suprema mandatária da nação reconheça tudo publicamente, durante um debate, não tem adjetivo que sirva. Que milhões de eleitores achem tudo muito natural e vibrem com a genial “sacada” do talento petista, é coisa de quem tem miolo mole, incapaz de juntar “b” com “a” para fazer “ba”.

• Arquiteto, empresário, escritor, membro da Academia Rio-Grandense de Letras, autor de “Crônicas contra o Totalitarismo”, “Cuba, a tragédia da utopia” e “Pombas e Gaviões”.

  

Compartilhar

Comentários

Francisco Pompeu .

Caro Puggina, Há um limite para o número de comentários? Apontei erros factuais em seu artigo e meu comentário foi ignorado. Tudo bem, estou me recolhendo. Abçs

Eliana Neves .

Prezado Percival, Já votei em Lula para presidente. Sim, votei. Mas, na reeleição já não mais. É uma infelicidade muito grande saber que existe um projeto de poder muito nefasto para nosso país e, que possivelmente, pode se instaurar de vez. Sempre que converso sobre essas eleições argumento que não é bom para nenhuma democracia uma estrutura política ficar a tanto tempo no poder. Pode ser ingênuo meu argumento. Realmente, nunca se mentiu tanto, nunca se desconstruiu tanto os valores éticos e morais. E quando penso que existe leigos e consagrados da nossa Igreja que apoiam, pela teologia da libertação ( "t" minúsculo) esse partido fico mais decepcionada ainda. Mesmo assim, continuo firme na fé que professo.

Francisco Pompeu .

Grande Puggina, Quem fez a acusação a Guerra não foi Paulo Roberto Costa nem o doleiro Youssef, mas Leonardo Meirelles o laranja do Labogen, o laboratório que, sem a menor expertise, estava firmando um contrato milionário com o Ministério da Saúde sob os auspícios do petista Padilha. Afinal se Guerra ou Youssef mentirem perdem os benefícios da colaboração premiada. Já o tal laranja pode investir na confusão! Ademais carece de lógica pagar a alguém que não detinha os meios necessários para instalar a CPI, um fato evidente para Aécio que não foi explorado por ele. Abçs

Gustavo Aguiar Rocha da Silva .

Prezado Sr. Puggina Tenho lido muitos artigos de sua autoria e visto vários dos seus vídeos. Concordo com todos os seus pontos de vista, admiro sua maneira polida de tratar de assuntos espinhosos (que eu não teria, confesso!) e , motivado pelo vídeo que comenta a parceria PT-CNBB, peço-lhe que escreva sobre a colaboração de setores da Igreja Católica com o comunismo, já denunciada por Gustavo Corção em "O Século do Nada". Diga-se que Corção, amarguradíssimo, exibiu sinais da parceria acima sem lhe explicar as causas e a evolução do processo. Que a Ordem de São Domingos no Brasil tenha chegado a apoiar Carlos Marighella e asseclas ultrapassou tudo que ele poderia imaginar . Como esse livro é de 1974 talvez hoje se saiba como tudo se deu. Muito obrigado. Cordialmente Gustavo A. Rocha da Silva

Ismael Façanha .

A concepção de uma sociedade liberal democrática, gerada nos séculos XVIII e XIX, foi sustentada pelas teorias do materialismo dialético e do darwinismo, que afirmam a auto criação e o auto movimento de um Universo sem Deus, e consequentemente, de uma Sociedade sem governantes. Numa visão unificada do Universo: as partes construindo o Todo, ou seja, o Mundo de pernas para o ar, anárquico, sem governo superior, mas autogovernado de BAIXO PARA CIMA. F. Nietzshe não denunciou na "Gaia Ciência": Gott ist tot !? - "Deus está morto! Deus permanece morto! E quem o matou fomos nós! Como haveremos de nos consolar, nós os algozes dos algozes?"; não é à toa o gosto SATANISTA das bandas de rock pesado pelo bordão deicida. CABE AO MISSIONARISMO CRISTÃO LEVAR E ELEVAR AS MASSAS PARA DEUS.

Fernando Alves .

As vezes quando converso com meus amigos, pessoas simples como eu, que vivem aqui, do outro lado da classe falante;( que engloba um monte de gente importante e que faz tudo acontecer) penso eu, tenho a sensação de que estou falando em outro idioma. Por mais que eu tente convence-los de que está tudo errado, eles sempre dizem... O mundo mudou, agora é assim, não adianta. Puggina, acredito que isso seja resultado de uma ideologia Marxista que permeou todo nosso sistema educacional nos últimos 50 anos. Ou seja, as pessoas estão pensando como eles querem que elas pensem. A missão é muito complicada. O negócio é não se entregar pra eles, como tu fazes.

Odilon Rocha .

Prezado Percival A CPI onde o Guerra 'labutou' era composta de 11 membros. Somente três, dentre eles o tucano, eram da "oposição". O Governo era maioria! Bastavam seis da base aliada votar e babau investigação. Que engraçadinhos, não? Os caras estão apavorados com a hipótese da derrota. Se o Aécio ganhar, podes estar certo de que muito mais virá à tona. As investigações prosseguirão em ritmo acelerado, mas desta feita com resultados concretos! Existem dois tipos de desespero petista: um é esse, o das investigações; o outro, é dos que perderão seus cargos, privilégios e ‘benefícios’. O que tem de gente com ódio e ressentimento dos petistas arrogantes e petulantes – metidos a intocáveis - nos vários campos do poder não é brinquedo. Isso talvez seja o que mais provoque insônia, caso tenham que largar o osso.
1/1
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos do Puggina