Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Artigos do Puggina

Voltar para listagem

QUE DEMOCRACIA É ESSA?

por Percival Puggina. Artigo publicado em


 Se você quer um país onde a criminalidade seja punida de modo a desestimulá-la e as penas cumpridas, mas a realidade anda no sentido oposto...

 Se você quer leis mais duras contra a corrupção, mas o Congresso aprova lei sobre abuso de autoridade para inibir a ação de juízes, promotores e policiais...

 Se você quer que as penas comecem a ser cumpridas após a condenação em segunda instância, mas o STF impede e o Congresso não faz a alteração constitucional que dizem ser necessária...

 Se você quer que os processos criminais tramitem mais rapidamente, para benefício da segurança dos cidadãos, mas vê o Congresso criando juizados de garantias que são mais um nó na correia dos processos penais do Brasil...

 Se você quer que os tribunais superiores evitem a prescrição das condenações penais, mas fica sabendo que processos prescrevem ou são empurrados para a prescrição...

 Se você quer que magistrados, como os ministros do STF, não atuem em casos que envolvam amigos, ou inimigos, mas os vê dedicados a isso expedita e alegremente...

 Se você se envergonha e se constrange ao saber que organizações criminosas, como em nenhum outro país, se constituíram rapidamente para roubar, em pelo menos 19 estados, bilhões das verbas destinadas à saúde durante a pandemia...

 Se você sabe que isso só acontece porque os criminosos recebem evidências diárias e históricas de que no Brasil o crime compensa...

Se você quer que, em favor do direito de defesa, seja facilitada a posse e o porte de armas, mas a tese, majoritária na sociedade, não consegue maioria no Congresso Nacional...

 Se você quer que o Senado delibere sobre uma forma qualitativamente superior de provimento das vagas no STF, mas o Senado foge do assunto...

 Se você quer que o Senado julgue as denúncias contra ministros do Supremo (impeachment) que se empilham nas gavetas do presidente David Alcolumbre, mas tais gavetas permanecem lacradas...

 Se você quer que o Congresso revogue a PEC da Bengala, recuando de 75 para 70 anos a aposentadoria dos servidores, acelerando a renovação no STF, mas a proposta não consegue tramitar...

Se você quer que recursos públicos sejam orientados à sociedade e não sirvam para financiar partidos políticos e processos eleitorais, mas vê essas verbas sendo ampliadas...

Se você quer que os presidentes Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre encerrem seus mandatos no final deste ano, mas vê manobras para que sejam reeleitos...

Se você acha um absurdo a UNE arrecadar anualmente R$ 500 milhões com a emissão da carteira estudantil, mas sabe que o Congresso Nacional deixou caducar a Medida Provisória que as tornava gratuita aos estudantes brasileiros...

Se você gostaria que houvesse entre nós um renascimento do amor à pátria, mas vê, por toda parte, serem plantadas sementes de divisão e conflito, traição e revolta...

... enfim, se você é conservador, ou liberal, e pensa que tendo vencido a eleição realizou o necessário e suficiente para corrigir alguns dos pecados mortais da vida nacional, acorde.

Sim, acorde! Entenda, no jogo jogado da “democracia” brasileira, o tamanho do estrago feito em nosso país. É porque estamos institucionalmente tão mal que os bons brasileiros, como você, são tão necessários.
 

_______________________________
* Percival Puggina (75), membro da Academia Rio-Grandense de Letras e Cidadão de Porto Alegre, é arquiteto, empresário, escritor e titular do site Conservadores e Liberais (Puggina.org); colunista de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A Tomada do Brasil pelos maus brasileiros. Integrante do grupo Pensar+.

 


 

Compartilhar

Comentários

Decio Antônio Damin médico .

A democracia seria o melhor regime se não fosse a imperfeição do ser humano que é egoísta por natureza...! Todos querem que as punições exemplares sejam aplicadas com presteza "nos outros"! Quando nossos representantes se sentem ameaçados não pensam no interesse coletivo...! Votam nos seus interesses e conveniências. O quê fazer? Espernear é o mínimo! ! !

Vanderlino Horizonte Ramage .

O que temos no Brasil, pode se chamar de tudo menos de democracia. Acredito que a democracia prospera em países onde predomina um certo nivelamento da população. Me refiro ao nivelamento cultural, econômico e social. Numa sociedade onde existe 20 milhões de analfabetos, 50 milhões de analfabetos institucionais, milhões vivendo abaixo da linha da pobreza, onde 90 por cento da população carece de saneamento básico etc, etc, onde temos um Estado caro e ineficiente, esqueçamos a democracia. Um Estado que não resolve um problema como a "cracolândia", não resolve a questão dos celulares nos presídios, a democracia não será para esta geração. E mais, o modelo nascido com a "Revolução Francesa" está moribundo há muito tempo, a questão é que as pessoas (os pensadores) tem medo de abordar o tema.

MARCO LONGO .

Se você se orgulha do nosso Hino Nacional mas assiste a cerimônia de posse no Supremo

Mila .

Percy, aqui nos US a eleição presidencial não é processo democrático, mas é decidida pelo Colégio Eleitoral. E até 1913 os Senadores também eram eleitos pelos Deputados de cada Estado. Com a centralização do poder em DC (*), ficou muito mais fácil influenciar e corromper os Senadores. Essas mudanças destruiram o plano original dos Founding Fathers, que visava protejer os Estados menos populosos. No processo democrático, Estados mais populosos definem o resultado, enquanto que o processo Republicano equaliza o processo. É interessante notar que toda vez que os Democratas perdem uma eleição eles insistem na extinção do Colégio Eleitoral, como estão fazendo agora. (*) O país se chama United States porque cada Estado era originalmente um país em sí mesmo, unidos sob a Constituição. A centralização do poder em DC removeu o poder dos Estados, facilitando a corrupção de seus representantes.

Menelau Santos .

Muito bem elencado, Professor. Parece que a democracia é o grande inimigo da democracia. George Bernanos já dizia, "a democracia não é o contrario da ditadura, mas a sua causa".

Deoclécio Galimberti .

Excelente comentário que, acredito, tenha a unânime aderência de todos os cidadãos que desejam recuperar a nossa Pátria da pandemia da corrupção em que está comprometida nos últimos tempos. Cordialmente, saudades de teu pai!

Nilseu Cavalheiro .

Tens toda razão amigo Percival! Lamentavelmente, nossa história democrática, desde antes da independência, sempre conduzida pelas "forças ocultas"... Hoje todos sabemos de onde veem, quem são, o que fazem e porque fazem desta maneira e quais "estratégias" utilizam para, de forma ENDÊMICA, contaminar e controlar TODAS AS INSTITUIÇÕES E PODERES DA RES-PÚBLICA. E, ainda, tem criaturas que põe a CULPA no "povo" pelas ESCOLHAS DOS "CARDÁPIOS" PARTIDÁRIOS (também sintonizados com as tais forças "ocultas"). Fazer o quê??? Chamar o Monsenhor Miranda, aquele que recepcionava os primeiros imigrantes (suíços em fazenda de Nova Petrópolis e depois os primeiros imigrantes alemães que aportaram no Argos...) ou clamar ao Papa Chico?

Luiz R. Vilela .

Quando lá pelo começo do regime militar, alguém dizia ao ex governador do estado da Guanabara, hoje Rio de Janeiro, Carlos Lacerda, que o Brasil precisaria ser redemocratizado, dizem que ele ficava possesso e perguntava ao interlocutor: "Quando que o Brasil já foi democrático"? Pois é! Parece que vivemos uma farsa, com democracias para todos os gostos, inclusive a tal "democracia burguesa", como querem que seja essa que temos, que a esquerda despreza e apenas a utiliza para suas finalidades. É difícil dar uma definição precisa de que seja a verdadeira democracia, até porque ela tem servido para abrigar interesses amplamente antagônicos, quase nunca levando em conta os desejos populares. A nossa "democracia" chegou ao fundo do poço em matéria de avacalhação. Quem foi eleito para governar, não o faz porque esta marcado na testa, como anti democrático. As forças contrárias, passaram a comandar o pais, com o entulho nomeado deixado de herança ao atual governante. Que dizer de um regime onde o governante eleito é desautorizado por um ministro nomeado por governo anterior, que o impediu de nomear um subordinado na PF, com o argumento de que poderia ser para tirar proveito. Se o fato não havia ainda acontecido, onde esta então a ilegalidade? Condenar apenas por suposição? Agora, por puro sentimento de antipatia, um ministro obriga ao presidente ter que comparecer presencialmente a um depoimento de outro fato fantasioso, acusado de tentar interferir na mesma PF. Não é esta mesma PF um órgão de estado do Brasil? E o presidente não é o "chefe de estado"? Não pode interferir no órgão. Vale lembrar que FUNCIONÁRIO PÚBLICO só tem a força do estado, quando cumpre a lei, seja ministro do supremo ou faxineiro de qualquer repartição pública. Quando extrapola o limite legal, passa a exercer poder ARBITRÁRIO, portanto ilegal, e como tal deve ser acusado e julgado. Se a ninguém é dado o direito de desconhecer a lei, imagina quem foi nomeado para um cargo pelo notório saber jurídico. A democracia contempla limites, que devem ser observador com rigor. A paixão jamais vai poder ocupar o lugar da razão. Já andamos beirando a anarquia.

FERNANDO A O PRIETO .

Ótimo texto, que deve ser divulgado tanto quanto possível! Obrigado. Estejamos sempre atentos às manobras da "mídia" comprometida (95% dela) que só defende bandidos e só importa idéias ruins! Não tenhamos qualquer medo de rejeitar - rejeitar o erro é atitude ensinada por Cristo. Não devemos é atacar a pessoa que está errada; peçamos a Deus que ela se arrependa... Mas nada nos força a nos submetermos às idéias erradas daquela pessoa. Acima de tudo, não assistamos nem prestigiemos, comprando e divulgando, artigos que não prestam.

Erison Chagas Lima .

Puggina, na minha visão seria melhor deixar os min.do stf (hoje stf mesmo) sairem aos 75 mas rever o modo de escolha e o tempo de permanência lá.

MARIA LUISA DE OLIVEIRA SALOMON .

como sempre muito bom , vivo procurando seus artigos certa de que acharei otimas reflexoes

Carlos Edison Fernandes Domingues .

PUGGINA ! Temos que nos estruturar. Tua iniciativa e comando é imprescindível. Carlos Edison Domingues

Antônio A de Souza .

Neste pequeno e esclarecedor texto algumas mazelas da nossa corrupta sociedade, com um pouco mais de pesquisa daria um livro bem robusto. Somos reféns do Congresso e da nossa "Justiça", sem nenhuma dúvida. Parabéns pelos destaques.

Enilson .

Puggina sempre objetivo e preciso em seus comentários! Aqui ele deixa claro o porque lutamos tanto e os resultados são pífios do ponto de vista de uma real democracia!
1/1
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos do Puggina