Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Artigos do Puggina

Voltar para listagem

SANGUE E VIOLÊNCIA NO ESTADO DE DIREITO PETISTA

por Percival Puggina. Artigo publicado em

 

No dia 29 de maio passado, professores de Direito, parlamentares e lideranças petistas se reuniram no Seminário “Estado de Direito ou Estado de Exceção”. O magno evento foi uma promoção da Fundação Perseu Abramo, órgão de formação do Partido dos Trabalhadores. As imagens e trechos de vídeos que circulam na internet mostram um auditório formado por militantes partidários e uma direção onde, sob o comando da deputada Benedita da Silva, sucederam-se, entre outros, Gleisi Hoffmann, Roberto Requião, Carlos Zaratini, Claudio Fonteles e Flávio Dino.
Desse evento, multiplicaram-se nas redes sociais extratos das intervenções do senador Requião e da deputada Benedita, cujo teor dei-me o trabalho de degravar e transcrever.

Senador Roberto Requião:

(...) Passar horas acessando blogs de esquerda, combatendo com o que lemos, satisfazendo-nos e sentindo-nos vingados dos fascistas. Para quê? Para assomar a tribuna, qualquer tribuna e denunciar os descalabros e desmandos da Educação, da Saúde, o desmonte do SUS, deste ou de qualquer programa que o raio do governo Temer quer proporcionar o desmonte do país... e daí? Companheiros, amigos e amigas que comigo dividem o pão amargo do poder. Não faltaram palavras. Não faltou uma vírgula sequer nos discursos, em nossos artigos, em nossos debates. Dissemos tudo, uma, duas, mil vezes. O que, então, estamos esperando para cruzar o rio, para jogar a cartada decisiva de nossas vidas? Senhores e senhoras, universitários aqui presentes. Convençam-se. Não há mais espaço para a conversa e para os bons modos. (Aplausos delirantes e grito de ordem multifônico da plateia: “Se muda, se muda, imperialista! A América Latina será toda socialista!”.

Deputada Benedita da Silva:

“Quem sabe faz a hora e faz a luta. A gente sabe disso. E na minha Bíblia está escrito que sem derramamento de sangue não haverá redenção. Com a luta e vamos à luta, com qualquer que sejam as nossas armas!” (Uivos de prazer do público que a aplaude de pé).

Tal episódio não aconteceu num grêmio estudantil, com adolescentes falando para adolescentes. Os oradores são membros do Congresso Nacional, a iniciativa, segundo o portal PT na Câmara, era da bancada de deputados federais do partido e a organização esteve a cargo do órgão de formação política da legenda que, até bem pouco, presidia a República. A partir daí tudo adquire gravidade muito maior.

Não se trata de cobrar ações judiciais porque a lei protege infinitamente os parlamentares em sua capacidade de falar besteiras. Trata-se, isto me parece que sim, de divulgar ao máximo tais vídeos e o teor das duas manifestações porque esse tipo de peixe ou morre pela boca ou cresce muito e come tudo à volta. O Brasil precisa saber o que, sob aplausos de seus militantes, vai na cabeça dos que saquearam o país, levaram-no ao caos, e agora pretendem voltar pelos piores modos, no dizer do senador Requião, ou mediante derramamento de sangue, nas palavras da deputada Benedita. Nos anos 60 do século passado, queriam o mesmo por iguais métodos.

________________________________
* Percival Puggina (72), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de Zero Hora e de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A tomada do Brasil. integrante do grupo Pensar+.

 

Compartilhar

Comentários

Irma Ivone obal colvero .

Gostaria que alguém explicasse, por que estes,Requiao e Cátia Abreu, com tanta afinidade petista , ainda não deixaram o PMDB, ou melhor por que ainda não os expulsaram. Escrevam :Requiao será o candidato do PT em 2018?

Edu .

Existem algumas "únicas" maneiras de parar com esta máquina esquerdista, que sonha com a ditadura comunista. Voto em papel, fim do imposto Sindical e um dos principais, fim do financiamento de ONGs e Fundações estrangeiras a movimentos no Brasil, como as ligadas a George Soros.

Paulo Tietê Silva .

O que mais eles fizeram nos TREZE LONGOS anos de governo, além de roubarem para o partido e para os próprios bolsos?

Ethan Edwards .

A democracia foi o método de solução de conflitos que os gregos inventaram quando se cansaram de guerrear uns contra outros. A democracia foi concebida para substituir a guerra. Por isso, partidos cuja política tem como objetivo desencadear e vencer uma guerra civil, como o PT, o PCdoB, o PSOL e assemelhados, não devem ser permitidos numa república democrática. Afinal, o sucesso da sua política mede-se pelos avanços obtidos na destruição da república e na instauração, no seu lugar, de uma ditadura que supostamente representa uma única classe. Convidar esses partidos a participar da nossa vida pública equivale a uma tribo de índios que jamais teve contato com a civilização convidar para viver na sua aldeia uma dezena de portadores do vírus da gripe. Vaidosos, pretendendo exibir um espírito generoso e democrático (que nossos inimigos desprezam como uma fraqueza pequeno-burguesa), estamos destruindo nosso país e cancelando nosso futuro. Mas talvez seja esse o destino dos fracos.

Joma Bastos .

O movimento revolucionário comunista aguardou pacientemente desde o regime militar, que o marxismo cultural enfraquecesse o tecido social brasileiro em todas as frentes. Depois da chegada do comunismo ao poder através de Lula e Dilma, tentaram aparelhar o Estado, concentrar poder e informação para tentarem dar o golpe final, que seria a implantação de uma ditadura comunista. Mas estes fracassaram e a todo o custo tentam dar a volta à situação através das recentes manifestações comunistas e do refortalecimento do PT com a recente eleição da Gleisi Hoffmann. Mas mais uma vez não deixaremos que o comunismo se apodere do Brasil. Um golpe de Estado armado nunca está fora do horizonte de ação da esquerda pró-soviética, tal como aconteceu na Venezuela. A política petista do desarmamento civil levado a cabo à revelia da vontade da população, impôs uma política genocida de impunidade generalizada, que levou o Brasil a ter o índice de homicídios maior que o da guerra na Síria.

João Guilherme Maia .

É lógico que o PT e a sua gangue vão fazer de tudo para voltarem ao poder, até porque, o único plano que eles sempre tiveram com relação ao Brasil, foi de tornar o Brasil um país comunista que era para o Lula assumir como ditador do Brasil. Mas o plano deles foi para o espaço com o impeachment da presidente Dilma. Como o Lula quer voltar em 2018, eles estão atacando o governo Temer de tudo quanto é jeito . Só que eles não esperavam essa vitória do presidente Temer no TSE e com certeza eles irão mudar de estratégia.

Juscelino .

Enquanto isso nossos centro esquerdas mais a esquerda fazendo apologia a música do joão leannus...aquela da hipocrisia pura... a imegini..... soltando as pombinhas... fazendo coraçãozim e distribuindo rosinhas rosas, salmons e lilazes....

susana .

Uma coisa me chamou muita atenção no julgamento que está ocorrendo no STE: foi dito - ou escrito - que o PT defendeu com unhas e dentes a abolição do auxílio de empresas em campanhas, quando esse assunto foi tema no Congresso/Senado, porque já tinha sua "poupança" particular para este fim. Eu não sou contra a doação de PJ em campanha. O que deveria haver é um limite e, claro, tudo muito bem declarado, e o dinheiro doado circular em contas abertas em bancos, jamais dinheiro vivo em malas, cuecas, perucas, etc...

Genaro Faria .

RETRATO DO BRASIL - RETRATO DO BRASIL: ATÉ PROSTÍBULOS SÃO CITADOS NO JULGAMENTO DA CHAPA DILMA-TEMER NO TSE Lá pelos idos de 70/80, o genial Millôr Fernandes fez uma charge com a seguinte legenda: Há certos inferninhos em Copacabana onde o diabo não entra, com medo de ficar desmoralizado. Numa versão atualizada, o humorista deveria substituir "inferninho" por "cortes judiciais de Brasília".

Sérgio Alcântara .

Nunca esquecendo a frente gramsciana, que continua ativa, dominando os meios acadêmico e artístico-cultural.

sanseverina .

Será que podemos chamar de lideranças figuras como Requião, a Maria Louca que “dominou” através do irmão o Porto de Paranaguá ou Benedita da Silva de quem se sabe ter participado de um congresso internacional da sua religião com verba parlamentar? E quantas espertezas mais? Essas figuras esdrúxulas - e são muitas delas na atual conjuntura – não têm a mais mínima responsabilidade de pôr lenha na fogueira da juventude normalmente rebelde. Se alguém morrer na luta radical que eles incentivam não serão estes senhores, nem seus parentes próximos, todos protegidos por seguranças e blindagens. E o comunismo é bom por que responde, ideológica e falsamente, a aquele abstrato e recôndito sentimento religioso de solidariedade que gostaríamos que os outros tivessem? E então, é bom para quem, caras pálidas de miolos moles?

Genaro Faria .

Ódio, ódio, ódio, com a boca espumando, olhos injetados e punhos cerrados. Só faltou o chapéu de Napoleão. Cuidado! Heil Hitler! Tragam uma corda forte e camisa de força. Acho que eles mordem. E uma seringa e anestésico para derrubar elefante.

Paulo Onofre .

Prezado Sr. Puggina. Alguns inocentes - ou mal intencionados - podem achar que as exortações à luta armada pregada pelos dois oradores citados em seu texto eram mera retórica. Eu, até por formação profissional, sempre levo a sério ameaças físicas, e me preparo para rebatê-las, venham de quem vierem. Assim, acredito que os quadrilheiros esquerdopatas estão, realmente, planejando algum tipo de ação armada, visando o retorno ao poder, a qualquer custo. Provavelmente, esses malucos boquirrotos, provavelmente fugidos do "São Pedro", estejam contando com uma das alternativas abaixo: - Forças Armadas brasileiras cooptadas pelo Foro de São Paulo. - Forças Armadas brasileiras inermes, por medo de combaterem as "instituições que estão todas funcionando normalmente" (apud Gen. Villas Boas). - Apoio das forças armadas bolivarianas, vindo dos países vizinhos adeptos do tal Foro de São Paulo. ================================== No fundo, acredito que sejam somente fanfarronices de fracassados candidatos a ditadores, mas, na dúvida, vou comprar mais algumas caixas de munição para minha velha "parabela".

Odilon Rocha .

Caro Professor Diante de competentes pastores de lobos, só poderia ter havido uivos de prazer, como o senhor bem descreveu.

Jonny Hawke .

Eu falam da boca pra fora (como sempre) ou estou louco para serem mártires! Acho que eles não lembram que a maioria do povo está contra eles e onde a maioria do povo é contra nenhum regime consegue se estabelecer, se bem que se em tratando de Brasil... Tudo pode acontecer...
1/1
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos do Puggina