Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Artigos do Puggina

Voltar para listagem

SENHORES PAIS, RESISTAM!

por Percival Puggina. Artigo publicado em

 

Enquanto conservadores e liberais lentamente se mobilizam e – derrotados ou vitoriosos – rapidamente retomam suas atividades normais, os esquerdistas, sempre ligados na tomada de algum “coletivo”, operam em regime de 24 por 24 horas.

Nestes dias, os estudantes brasileiros se tornaram objeto dessa pesada ação política. Professores militantes inseridos no sistema de ensino são missionários da desgraça. As ideias que defendem sempre dão errado. Não há um único caso de sucesso entre suas 42 experiências concretas mundo afora. Falam em justiça e entregam uma nova elite corrupta; falam em liberdade e entregam opressão e paredão; falam em sabedoria e entregam cartilha; falam em pluralismo e entregam histeria e sanção contra toda divergência; falam em prosperidade e entregam cartão de racionamento; falam em democracia e entregam o manjado totalitarismo de sempre; falam em amor e entregam filhos revoltados chamando fascistas os próprios pais.

  Depois de Georg Luckács, de Antonio Gramsci e da Escola de Frankfurt (Marcuse e Adorno), a renitente construção da desgraça precisa das salas de aula. É por ali que passa a grosseira expulsão do conhecimento divergente (Luckács), a construção da hegemonia pela ação do intelectual coletivo (Gramsci) e a superação das resistências culturais (Escola de Frankfurt). Lembrei-me muito deles ao ler notícias sobre reações em colégios e universidades à vitória de Jair Bolsonaro. Os derrotados na eleição democrática rejeitando o vencedor dois meses antes de ele usar a caneta pela primeira vez!

 Em especial, lembrei-me de um artigo de Michael Minnicino, publicado em 1992 com o título “O politicamente correto e a Escola de Frankfurt”. Ali se lê:

“Os herdeiros de Marcuse e Adorno dominam completamente as universidades, ensinando seus estudantes a substituir a razão por exercícios [rituais] de ‘politicamente correto’. Há, hoje, um número reduzido de obras teóricas em Arte, Letras ou Linguagem que não iniciam reconhecendo sua dívida à Escola de Frankfurt. A caça às bruxas nos atuais campus é mera implementação do conceito de Marcuse sobre “tolerância repressiva” – tolerância para movimentos de esquerda, mas intolerância para os movimentos de direita”. (1)

Resulta impossível não associar esse relato ao que vem acontecendo ao longo dos anos com representações efetivamente rituais, além de manifestações, nos pátios e auditórios de nossas escolas e estabelecimentos de ensino superior.

O despertar conservador e liberal brasileiro tardou demais. Acorda sob insultos. É dito fascista porque a tanto são ensinados os jovens por professores que assim qualificam os pais de seus alunos e os que ousam divergir, ainda que a divergência se expresse em uma bandeirinha do Brasil.

Lembrem-se do que Beltrand Russel, outro frankfurtiano, escreveu, em 1951, após afirmar que  “o mais influente dos modernos métodos de propaganda se chama Educação”: 

“Os psicólogos sociais do futuro ensaiarão diferentes métodos de produzir, em crianças, inabalável convicção de que a neve é preta. Vários resultados serão percebidos: 1º) a influência doméstica atrapalha; 2º) nenhum resultado será obtido se a doutrinação iniciar depois dos 10 anos; 3º) refrões musicados insistentemente repetidos são muito efetivos; 4º) a opinião de que a neve é branca deve ser atribuída a um estado de excentricidade mórbida”. (2)

Ao final, Russel conclui afirmando que quando a técnica estiver aperfeiçoada, qualquer governo que tenha a seu cargo a educação de uma geração exercerá controle de seus sujeitos sem necessidade de armas ou policiais.

Portanto, senhores pais, se quiserem dar algum sentido prático ao presente, invistam no futuro e façam valer seu peso nas decisões pedagógicas das escolas de seus filhos.

(1) - https://archive.schillerinstitute.com/fid_91-96/921_frankfurt.html
(2) - http://www.whale.to/c/frankfurt_school1.html


* Percival Puggina (73), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A tomada do Brasil. integrante do grupo Pensar+.

 

Compartilhar

Comentários

Marilia .

Excelente artigo! E Bertrand Russel, sempre boa referëncia.

Marco .

Obrigado pela brilhante aula de história. Quisera eu que todos os jovens brasileiros pudessem ter acesso a conteúdos como este. Parabéns!

Júlio César Gomes da Silva .

Prezado Puggina, Seu texto é irretocável. Estamos na segunda fase, para a consolidação da grande de vitória eleitoral da Democracia ocorrida recentemente (07 e 28/10/2018). A resistência ! Um grande abraço.

Luiz Antonio .

Gostaria de cumprimentá-lo professor pela descrição brilhante que faz do atual sistema de educação principalmente das universidades altamente aparelhadas pela esquerda em nosso país. Como foi possível chegar a esse ponto?

DANIEL JOSE CARAMORI .

Parabéns por suas considerações claras e verdadeiras da situação que vive nosso país. Urge que abramos os olhos para que "os desviados do caminho" sejam vencidos pela verdade. Matéria de inegável importancia.

José Pedro Granero .

Parabéns professor Puggina, seus comentários são excelentes reflexos para todos os seres humanos. Poucas pessoas tem a sua lucidez e coragem de apresentar suas mensagens ou comentários de uma realidade brasileira, ainda distante de uma incipiente e falsa democracia.

FERNANDO A O PRIETO .

Ótimo artigo! São necessários, para os que tentam resistir à loucura intelectual que assola o mundo, REQUISITOS como conhecimento, estudo, aversão a "modas" que só trazem perda de tempo e difusão de conceitos errados (p. ex., teorias de Paulo Freire, de Gramsci, Marcuse, e assemelhados), disposição de proclamar, sem qualquer acanhamento e respeito humano, os VALORES fundamentais da Civilização Ocidental e, principalmente, a prática de vida coerente com tais valores! Mais uma vez, ao se tomar conhecimento de aberrações modernas, lembremo-nos "Ai dos que chamam ao Bem, Mal e ao Mal, Bem; que dizem que Luz é Treva e a Treva é Luz ...". Que os pais e responsáveis tenham o amparo de Deus para se opor, eficazmente, a tantas perversões!

adilson .

Sr.Puggina,o que me causa estranheza é como toleramos que tudo isso fosse implantado.É espantoso que pessoas tão frágeis,ressentidas,imponham com tamanha facilidade todas suas bizarrisses,sem reação eficaz.Os loucos assumiram o hospicio.Eles olham para as coisas,trocam de nome e exigem que os demais olhem para a coisa e chamem pelo que dizem ser.Dizem coisas as mais absurdas e quando confrontados,não admitem e dizem que foi voce que falou.Te condenam judicialmente,alegando que seus atos e suas palavras ,promovem aquilo,que qualquer um percebe que seu intuito é visceralmente contra.Falta reação nesses momentos de tão louco que é.Diante de tais ignomias,o vivente tem o raciocinio travado.Enquanto tenta entender o que aconteceu,o histérico já vai longe a se fazer de vitima no colo de outros que se encarregam de dar prosseguimento a essas insanidades.Se em vez de argumentos a pessoa sair no soco?E alegar que o ultraje tornou a reação incontrolável?A quem o direito protegeria? Eles são loucos e querem espalhar a toda a humanidade! E como diz o senhor,não descansam!

Silvio Natal Sobrinho .

Mestre Puggina, você é, simplesmente, o máximo !!! Parabéns e grato por nos brindar com suas instigantes reflexões sobre o País em que vivemos.

Auremil .

Muito bom o texto parabéns professor lembrando a todos que tem no site do Senado uma votação popular criminalizar o comunismo vamos entrar e votar sim

Carlos Edison Domingues .

PUGGINA ! Este teu artigo deve ser copiado , para ser lido diariamente , pelos pais que desejam assumir a responsabilidade na EDUCAÇÃO dos filhos, a fim de sentirem a doçura da missão cumprida. Carlos Edison Domingues

Enio Sanler .

Parabéns professor por desenhar está triste realidade. Serão gastos 50 anos para termos um novo Brasil Com admiração.

Athos Torres .

Ainda restará tempo para fazer a profilaxia dessa c oisa malévola? No ensino funsamental? AST Neurologista.

Rose tcatch .

Muito bom parabéns muito obrigado vamos nos livrar desses comunistas

José Nei de Lima .

Vamos torcer que o novo Presidente seja prudente e eficaz em suas novas ações, principalmente com suas novas reformas ministeriais, fazer com que a casas tenha um grande equilíbrio, trabalhar com muita harmonia e paz entre os pares, um grande abraço amigo que Deus vos abençoe amém.
1/2
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos do Puggina