Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

800 DEPOIMENTOS DE 77 EXECUTIVOS DA ODEBRECHT ENTREGUES AO STF PODEM TER SIGILO LEVANTADO

por Percival Puggina (com matéria de G1). Artigo publicado em


O site G1 divulgou:

BRASÍLIA - A Procuradoria Geral da República entregou na manhã desta segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) os documentos da delação dos 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht, empreiteira investigada na Operação Lava-Jato. A papelada e arquivos eletrônicos — que abrangem cerca de 800 depoimentos — estão numa sala do STF.

A entrega foi feita de forma discreta, da qual participaram servidores da PGR e do STF. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e o a presidente do tribunal, ministra Cármen Lúcia, não estavam presentes.
A delação está sob sigilo. Caberá ao ministro Teori Zavascki, relator dos processos da Lava-Jato no STF, homologá-la ou não.

Uma pequena parte da delação já foi vazada, mas foi o suficiente para envolver nomes importantes da República, como o presidente Michel Temer (PMDB), o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) e vários ministros e parlamentares.

Hoje, o tribunal tem sua última sessão do ano e só volta a funcionar plenamente em fevereiro de 2017.


Sabe-se, também, que Janot acelerou os procedimentos para efetuar a entrega dos documentos como forma de retrucar ao STF que reclamou, recentemente, da falta de presteza do MPF no encaminhamento dessas colaborações da Odebrecht.

Respaldado pela conclusão, Janot anunciou, segundo informa O Antagonista, que vai solicitar o levantamento sigilo dessas delações. Outra batata quente nas mãos do ministro Teori Zavascki.