Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

ANÁLISE DE CONJUNTO DAS PESQUISAS

por Márcio Coimbra. Artigo publicado em

 

(Texto publicado às 11h14min de 26/10)

Sobre as mais recentes pesquisas:

FSB/BTG: 60 (B) X 40 (H)
Ipespe/XP: 58 (B) X 42 (H)
Poder 360: 64 (B) X 36 (H)
Paraná: 60,6 (B) X 39,4 (H)
Datafolha: 56 (B) X 44 (H)
Ibope: 57 (B) X 43 (H)

Estes são os números mais recentes das últimas pesquisas apresentadas. Existe uma diferença de metodologia.

Ibope/Datafolha e Paraná fazem pesquisas presenciais.

Ipespe e FSB realizam por telefone, com entrevistador perguntando as opções.

Poder 360 usa um sistema automatizado, onde o entrevistado apenas tecla sua preferência no telefone.

A pesquisa Poder 360 capta com mais precisão o voto envergonhado, que se esconde muito nas pesquisas presenciais e um pouco menos nas realizadas por entrevistador ao telefone.

O que chama a atenção é a diferença entre Paraná e Ibope/Datafolha. Alguém está errando fora da margem. Entre eles, tendo a ficar com a tendência dos números da Paraná.

No agregador geral, em condições normais de temperatura e pressão, com ambas campanhas engajadas, não há chances reais de Haddad virar. A diferença aberta por Bolsonaro é alta e impossível de ser tirada em dois dias - algo como 7 milhões de votos por dia.

A luta de Bolsonaro é por construir uma vitória maiúscula, o que assegura um mandato claro fornecido pela população. Uma mensagem contundente.

A tendência é Bolsonaro alcançar uma vitória maiúscula no domingo - chegando a mais de 60%. Mas para isso acontecer, sua militância precisa continuar a trabalhar intensamente até lá.


#Política #Políticos #Eleições2018 #Eleições #Sucessão #Bolsonaro#Haddad #Pesquisas

*Marcio Coimbra é cientista político e o texto acima foi transcrito de sua página no Facebook: https://www.facebook.com/670307173/posts/10156953440067174/