Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

HACKER FECHA ACORDO COM A PF

por Percival Puggina, com conteúdo Veja.com. Artigo publicado em

 


Leio na Veja.com


Na semana passada, foi fechado um acordo de delação com um dos hackers acusados de roubar e vazar mensagens de integrantes da Operação Lava Jato. Reportagem desta edição de VEJA revela que o estudante Luiz Henrique Molição se comprometeu a identificar mais três pessoas que teriam participado dos ataques virtuais. Além disso, ele irá apresentar conversas privadas que estariam armazenadas em servidores fora do país e entregar o aparelho celular que usava para vazar mensagens roubadas.

A partir dessas informações, a PF pretende esclarecer se por trás das invasões nas contas de Telegram havia uma cadeia de comando que teria planejado e financiado os ataques. Ao todo, mais de 80 autoridades do país foram vítimas do golpe. Dentre elas, estão de ministros do Supremo Tribunal Federal e do Superior Tribunal de Justiça ao presidente Jair Bolsonaro.

 

COMENTO

Penso que seja uma boa notícia saber que as investigações sobre esse trabalho criminoso contra autoridades brasileiras prosseguem na busca de culpados e no conhecimento de sua inteira extensão.

Oitenta autoridades! Não é difícil imaginar o potencial desestabilizador e destrutivo desse tipo de ação criminosa. Nem é difícil antever, tampouco, o que daí pode advir em práticas chantagistas.

No caso da Lava Jato, preservo a convicção de que só em convicções volúveis como biruta de aeroporto se afirmará a ideia de que o "fruto da árvore envenenada" possa ser consumido até o caroço no plenário do STF. Aliás, basta o caráter seletivo das mensagens levadas ao público para impugnar o material hackeado. Quem garante que no conjunto não existam, em maior fartura ainda, evidências apontando para a isenção do magistrado e para a seriedade do trabalho da Força Tarefa?