Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

MAIS DOIS PROCESSOS DA LAVA JATO CONTRA LULA SERÃO JULGADOS ATÉ ABRIL

por Percival Puggina. Artigo publicado em

 

Leio no Correio Braziliense:


Na mesa da juíza federal Gabriela Hardt – substituta de Sérgio Moro na 13.ª Vara Federal de Curitiba – estão dois processos da Operação Lava Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que podem ter sentenças até abril, quando o petista completa um ano de prisão. Em caso de condenações, os dois processos, segundo investigadores e advogados, podem triplicar a pena de prisão de Lula. Um deles se refere às compras de um terreno para o Instituto Lula em São Paulo e de um apartamento em São Bernardo do Campo, e a outra ação é sobre o sítio em Atibaia (SP).
Em ambos, o petista é acusado de receber propina de empreiteiras por meio dos imóveis em troca de contratos da Petrobrás.

 

COMENTO

 Salvo eventual exceção, todos os processos contra o ex-presidente mudam de número, de vara, de juiz, de gravidade, mas têm a mesma essência: promiscuidade nas relações entre ele como detentor do poder e grandes empresas prestadoras de serviços à administração direta ou indireta.

É um tipo de negócio que nasce com o Estado e cresce na medida em que, de um lado, cresce o poder do governo e, de outro, diminui o controle sobre os atos de gestão. Parece equivocado afirmar que esse controle diminua quando a ele se dedica uma infinidade de onerosos órgãos e instituições do Estado. Mas é isso mesmo. É outro capítulo do mesmo livro: a omissão do controle, a leniência no fiscalizar, o preguiçoso e desatento emprego dos meios de controle disponíveis também são fonte de renda, também geram seus prêmios.

Com a presença do ex-juiz Sérgio Moro no Ministério da Justiça, dispondo dos poderes que lhe foram dados pelo presidente, será possível fechar o cerco contra essas anomalias que viabilizam o circuito criminoso da corrupção.