Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Imagem Comentada

 MÁS COMPANHIAS

Leio de Claudio Humberto, no Diário do Poder (09/12)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, é o recordista absoluto de uso dos jatos da Força Aérea Brasileira (FAB), este ano, no total de 229 viagens e inacreditáveis 2.131 passageiros transportados. na nossa conta, claro. Maia não é o único a aproveitar a regalia. O uso dos aviões da FAB é restrito ao vice-presidente da República, ministros de Estado e aos presidentes do Supremo, da Câmara e do Senado.

Os presidentes Dias Toffoli (STF) e Davi Alcolumbre (Senado) também aproveitam, mas números de Maia fazem o uso deles parecer irrisório.

Até a terça (3), Dias Toffoli já havia realizado 87 viagens “a serviço” em jatinhos da FAB, na companhia de um total de 1.091 passageiros.
Alcolumbre fez 43 viagens, levando 743 pessoas com ele, entre fevereiro e terça (3). Incluindo passeio nos EUA em plena Black Friday.

Como os custos são sigilosos por envolverem aeronaves militares, os políticos deitam e rolam, sem prestar conta do gasto a quem paga: nós.


COMENTO

 Quem, no desempenho de cargo público, abusa dos privilégios que a posição lhe faculta, não comete aí o maior de seus pecados. Não está aí sua principal lesão ao bem comum.

Certamente, a par de tais abusos, outros são praticados à sombra, sem visibilidade, em arranjos, acordinhos e acordões, arquivamentos vitalícios, surdez à opinião pública e, principalmente, más companhias.

Estas se manifestam, tabmém, no grande número de caronas que, no caso do presidente da Câmara dos Deputados, permitiria lotar dois Boeing com pessoas dispostas a viajar mandando a conta para os outros. Mas também esse não é seu maior pecado.