Puggina.org by Percival PugginaConservadores e Liberais

Imagem Comentada

MORO REJEITADO PELOS FARSANTES DO PRÓ-DEMOCRACIA

Percival Puggina

Leio no site O Antagonista

A torcida organizada da ORCRIM lulista tomou conta dos manifestos pela democracia e tenta impedir a adesão de Sergio Moro.
Ele falou sobre isso à Folha de S. Paulo:
“Há uma incompreensão do que foi a Operação Lava Jato, um caso judicial de investigação de corrupção. Há pessoas que ficam ressentidas porque alguns de seus ídolos políticos foram atingidos. Assim como atingiu o ex-presidente Lula, atingiu o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha. As pessoas foram processadas pelo crime de corrupção, que não tem nada de democrático (…).

 

COMENTO

 Não há necessidade nem mesmo de ser bem informado. Basta não ser mal intencionado para saber que a tal mobilização por Democracia usa a palavra como um adereço, ou como uma tatuagem em braço volumoso de anabolizantes. Aquela moçada seria incapaz de escrever duas frases concatenadas sobre o que seja democracia.

 No entanto, há um enorme empenho da mídia militante em impulsionar às ruas os opositores do governo para sugerir uma equivalência dos antagonismos. No entanto, quem comprar por democrata aquela turma de black blocs quebrando vitrina, incendiando contêineres, entrada de metrô, perdeu o senso, como diria o poeta Olavo Bilac, e deve andar por aí ouvindo estrelas, se bem me faço entender.

 Pois foi nesse devaneio das estrelas da ORCRIM que entrou o ex-ministro Sérgio Moro, talvez aconselhado por seus amigos da Folha. Não sendo bem recebido, pelo que se lê na matéria, deve ter desistido.