• Katabella Roberts, Epoch Times
  • 17/12/2021
  • Compartilhe:

INFLAÇÃO ATINGE FORTEMENTE TAMBÉM A SOCIEDADE NORTEAMERICANA

 

Katabella Roberts, Epoch Times

 

O aumento da inflação custará a milhões de americanos mais de US$ 3 mil em despesas adicionais este ano, de acordo com uma análise do Modelo de Orçamento da Universidade Penn Wharton da Pensilvânia (PWBM) publicada na quarta-feira.

O PWBM, uma iniciativa apartidária baseada em pesquisa, estima que os níveis históricos de inflação exigirão que a família média dos EUA gaste cerca de US$ 3.5 mil mais em 2021 para atingir o mesmo nível de consumo de bens e serviços de 2019 ou 2020.

Além disso, a PWBM estima que as famílias de baixa renda gastam mais de seu orçamento em bens e serviços que foram mais impactados pela inflação e terão que gastar cerca de 7% mais em tais bens e serviços, enquanto as famílias de alta renda terão que gastar cerca de 6% mais.

O PWBM chegou às estimativas usando a Pesquisa de Despesas do Consumidor (CE), uma pesquisa domiciliar de âmbito nacional conduzida pelo Bureau of Labor Statistics, e o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) do Bureau of Labor Statistics de novembro de 2021 para investigar quanto as mudanças de preços aumentam as despesas para famílias em diferentes níveis de renda.

Eles analisaram o aumento dos custos partindo do pressuposto de que os padrões de consumo entre as famílias permaneceriam os mesmos neste ano, em 2020 e em 2019.

Por exemplo, entre novembro de 2020 e novembro de 2021, os 20% mais pobres gastaram US$ 309 mais em alimentos, US$ 761 mais em energia, US $ 476 mais em moradia, US$ 390 em outras mercadorias e US$ 224 em outros serviços.

Enquanto isso, as famílias de alta renda gastaram US$ 961 adicionais em alimentos, US$ 1.824 em energia, US$ 1.607 em moradia, US$ 2.144 em outras mercadorias e US$ 1.100 em outros serviços.

Isso poderia significar, com base nos dados de despesas de consumo total de 2020, que os 20 por cento mais pobres das pessoas com renda viram suas despesas de consumo aumentar 6,8% para $ 2.160 por família, enquanto os 5% mais altos viram um aumento de 6,1% ou cerca de US$ 7.636 por família. Os assalariados de renda média também viram um aumento de 6,8%, ou cerca de US$ 4.351, de acordo com os dados.

*Publicado originalmente em Epoch Times, 16 de dezembro de 2021